Clara nasce em parto raro, no H.U.

A leitora Bruna enviou ao “Jornal da Região” um depoimento comovente, do parto da pequena Clara, na madrugada de domingo, dia 14 de abril, no Hospital Universitário de Jundiaí.

A mamãe conta que se não fosse a experiência da equipe que a atendeu, não teria momentos de alegria ao lado de sua bebê, devido ao “parto empelicado”.

Era por volta dos 2 minutos do domingo, que a Clara nasceu, em parto humanizado.

O parto empelicado é considerado raro devido a grande maioria das bolsas se romperem com as contrações durante o trabalho de parto. A bebê nasceu dentro da bolsa completamente intacta, no entanto o fato não foi possível de ser registrado devido a mesma ter se rompido logo após a bebê ser colocada sobre a mãe. O parto empelicado ocorre dentre um a cada 80 mil segundo médicos, e foi possível ser vivenciado por Bruna graças ao empenho e respeito da equipe da Dra Estefania Rodrigues, que priorizaram o parto da maneira mais natural, humanizada e respeitosa possível.

Bruna disse que só tem a agradecer a todos que trabalham no Hospital Universitário de Jundiaí: desde a equipe de enfermagem, os funcionários e as médicas. “Foi um parto muito difícil”, explicou a mamãe.

Quanto à Clara, a menina é lindinha e foi fotografada após o primeiro banho dado pelas enfermeiras. Ela nasceu com 51 centímetros e pesa 3,420 Kg.

Bem vinda Clara !!!