Escolas investem na alimentação das crianças

Para conquistar o paladar dos pequenos alunos da EMEB Fábio Mendes, as saladas coloridas são opções sempre presentes no cardápio preparado pelas cozinheiras da unidade de ensino. De acordo com a escola, agradar as crianças com alimentos saudáveis e incentivar a boa alimentação têm sido tarefas cada vez mais fáceis graças às receitas de saladas divertidas.

O incentivo à alimentação de qualidade nas escolas municipais de Jundiaí está atrelado ao programa Escola Inovadora, da Unidade de Gestão de Educação. “É certo que a alimentação saudável é benéfica para otimizar o desempenho e o aprendizado dos alunos. Tratamos o tema com a seriedade merecida, exemplo disso foi a ampliação dos projetos Horta Escola e Vale Verde, nos últimos dois anos”, disse a gestora da Educação, Vasti Ferrari Marques.

O Horta Escolar, que integra o programa Escola Inovadora, da Prefeitura de Jundiaí, é expandido desde o início desta gestão. Em 2017, a atividade era realizada em conjunto por alunos e professores de apenas 15 escolas municipais. Hoje, 78 Emebs e o Centro Municipal de Educação de Jovens e Adultos (CMEJA) já têm a sua própria horta e plantam alface, rúcula, couve, tomates, etc. Ao todo, cerca de 21.500 alunos do sistema municipal estão envolvidos com a horta escolar.

Salada

No Vale Verde, iniciado em 1997, a área plantada foi expandida de 10 mil m² para 15 mil m² nos últimos dois anos. A meta é chegar a 20 mil m² de área plantada até 2020. A inserção de hortaliças folhosas, berinjelas, beterrabas e cenouras nas refeições não muda somente os hábitos alimentares dos alunos, mas contribui na educação nutricional e alimentar.