Credi-Nino anuncia fechamento de sua loja

Jundiaí acaba de perder mais uma loja tradicional. A Credi-Nino, na rua do Rosário, anunciou o fechamento do estabelecimento e vai liquidar todos os móveis por 50% de desconto.

O anúncio ocorreu por meio da página do Facebook do grupo.

O Credi-Nino é um dos estabelecimentos mais antigos do município – ainda em atividade -, tendo 70 anos de história.

Nos últimos dias o “Jornal da Região” mostrou a situação do Calçadão da rua Barão de Jundiaí, com ruas vazias em horário que costumeiramente estavam com lojas cheias de consumidores.

A página do Credi-Nino agradece todos os clientes nesses 70 anos de confiança e preferência.

Comerciantes dizem que a economia voltou a ficar parada e está difícil para manter as lojas físicas abertas.

Clientes lamentam fechamento

  • Ana Lúcia Conejo Santos Em jundiai e a única loja que vende móveis bons
  • Adriana Aparecida Gualberto Francisco Nossa, nunca mais vai ter uma loja como credi-nino, além de ser uma loja da nossa querida Jundiaí, vende móveis de primeiríssima qualidade!! Uma
  • Elisabete Aparecida Perim Vila Perdemos a única loja de móveis duráveis da cidade. Q pena!!
  • Mariane Mendes Uma pena 😓 lamento pelo quadro de funcionários, pelos proprietários, e por nossa cidade que perde agora um pedacinho de sua história.
    Parabéns pela história que vcs construíram ao longo desses longos anos !
    Que Deus reserve à todos vcs um caminho de sucesso e felicidade nos novos caminhos que seguirão ❤️🙏
  • Beatriz Marchesi Uma pena loja tão tradicional.assim vão na saudades.Tranquilo,Russi,Magalhães, Paulicéia e outras.
  • Maria Lúcia Maran Rodrigues de Paula Muito triste fechar essa loja. …produtos de primeira qualidade ……ótimos produtos e duráveis…..😢😢
    Vilma Silva Nossa que dó minha mãe só comprava móveis dessa loja… judiação a qualidade não tem pra ninguém
    Leida Camargo Não creio ….sempre foi referência em Jundiaí. .umas das melhores lojas q conheci….até hj qdo perguntam…. ela é a primeira loja q recomendo…. fiquei triste com esta notícia
  • Fatima Almeida Silva Puxa vida, que dó ,mais desempregados muito triste, e agora comprar onde … Casas Bahia..? Kkk
    Neuza Rabelo Puxa.. que pena. Agradecemos por terem feito parte da história de Jundiaí!🤗🙏
    Ligia Wild Uma das melhores lojas de Jundiaí. Sempre com excelentes produtos
  • Jackeline Franco O que será de nós sem o carinho do seu Robertinho 😥
  • Elaine Cristina Leardine Não creio! Não,uma história na vida dos jundiaiense,muito triste
    Kely Cristina Pereira Muito triste! Sr. Tolmino e D.Isaura fizeram história em Jundiaí! E o Robertinho…que pena! Sinto muito! 😢
    Hilde Moraes Meu primeiro violão foi comprado nessa loja!! Que triste!! 😔
    Luis Antonio Souza Fiz minha cozinha e banheiro td na cred nino fiquei muito satisfeito com empresa
    Marcia Alessandra De Souza Marques Marques Que pena minha mãe cliente velha da loja móveis excelente e seu Robertinho homem excepcional
  • Janaina Vicioli Nossa q pena,meus móveis são todos dessa loja…ótima qualidade…

O momento é difícil

Hoje no País são quase 13 milhões de desempregados. Na segunda-feira (25) o Governo Federal divulga o mais novo relatório, com dados reais deste ano.

De acordo com a Serasa, hoje são mais de 100 mil pessoas só em Jundiaí que possuem algum tipo de dívida, seja com bancos, financiamentos, créditos imobiliários, serviços de água, luz, TV a cabo e faculdades, sem falar nas lojas. Tanto que a cidade foi a primeira no País a ter um programa de renegociação, para tentar reduzir o número de devedores. A Serasa diz que até o fim do mês os consumidores com alguma dívida podem procurar o site do órgão para tentar negociar pagamentos com algumas empresas.

A imagem pode conter: pessoas andando e atividades ao ar livre

Centro de Jundiaí às 16 horas da última quarta-feira (20)