Polícia identifica mulheres que aplicavam golpes

Policiais do 7º Distrito de Jundiaí identificaram, com apoio da Guarda Municipal, duas mulheres moradoras no Itaim, em São Paulo, que vinham para Jundiaí aplicar golpes em idosos.

As mulheres deixavam cair uma carteira recheada de dinheiro nas portas das agências bancárias onde viam que idosos saíam e simulavam que os clientes ganhariam “recompensa”.

Enquanto uma das mulheres retornava com “presente”, a vítima era induzida a deixar a bolsa com uma das golpistas.

Por meio das câmeras de monitoramento da Guarda Municipal os policiais conseguiram chegar até as golpistas, que retornaram para Jundiaí para escolher novas vítimas.

O carro usado pelas mulheres, um Celta, foi apreendido e encaminhado para o Pátio da Polícia Civil.

Uma das mulheres apresentadas na Delegacia deu nome falso várias vezes, até que os investigadores descobriram que ela era procurada da Justiça e condenada, sendo recolhida à Cadeia Feminina de Itupeva. O nome dela é Cícera da Silva, de 53 anos.

Já a segunda mulher foi qualificada e responderá processo por estelionato, em liberdade. O nome dela é Emille Gonçalves Barbosa, de 30 anos.

Cícera foi encaminhada para a Cadeia Feminina da cidade de Itupeva