Crianças são mortas a tiros em escola

Várias crianças foram mortas na manhã desta quarta-feira (13) na Escola Estadual Raul Brasil, na cidade de Suzano.

Segundo a Polícia dois adolescentes, ex-alunos, vestindo máscaras de caveira, invadiram a instituição e atiraram contra os estudantes que estavam no intervalo. Logo depois os criminosos se mataram.

Viaturas das polícias Civil e Militar foram para o local, junto com ambulâncias e soldados do Corpo de Bombeiros.

Dez pessoas morreram e dez ficaram feridas. Outras 13 passaram mal e receberam atendimento de emergência.

Os estudantes são do Ensino Médio.

A dupla que se matou ainda atirou contra um comerciante, minutos antes.

nota da Educação

“Estamos absolutamente chocados com o assassinato brutal de cinco estudantes e duas funcionárias da Escola Estadual Professor Raul Brasil, na cidade de Suzano. Um comerciante também foi vítima fatal e outros estudantes foram feridos.

Em um ato de violência sem explicação, dois ex-alunos encapuzados invadiram a escola nesta manhã e atiraram, ceifando vidas inocentes e indefesas. Estamos junto das famílias das vítimas, prestando apoio diretamente e enfrentando este momento de extrema tristeza.

Toda a comunidade escolar de São Paulo e do Brasil está de luto.
Este foi um atentado à educação brasileira e a todos os cidadãos de bem, que diariamente, no interior de cada escola, trabalham por um Brasil desenvolvido. São 240 mil professores e servidores que recebem 3,5 milhões de alunos nas 5,4 mil escolas, todos dedicados ao bem mais precioso do Brasil: a Educação.

O Governo de São Paulo, liderado pessoalmente pelo governador João Doria, trabalha em conjunto para que este caso seja esclarecido. Qualquer informação oficial será disponibilizada pela SSP.

Manifestando nosso mais profundo pesar e respeito aos alunos, servidores e familiares, afirmo que São Paulo não vai deixar o terror vencer a educação.”

as vítimas

Dados divulgados na coletiva das 14h30 concedida pelo secretário de Segurança Pública General Campos e pelo comandante geral da PM Coronel Salles:

Atiradores que se suicidaram:
Guilherme Taucci Monteiro 17 anos
(Saiu da escola no ano passado)
Luís Henrique de Castro 25 anos

Vítimas que morreram:
Pablo Henrique Rodrigues
Cleiton Antônio Ribeiro
Caio Oliveira
Samuel Melquíades Silva de Oliveira
Douglas Murilo Celestino ( morreu no Samu, a caminho do Hospital)
(Acima todos estudantes)

Marilena Ferreira Vieira Umezo
(Professora coordenadora)

Eliana Regina de Oliveira Xavier
(Agente de organização escolar)

Jorge Antônio Moraes
(Dono do estabelecimento fora da escola – morreu no Hc)

Feridos:

Leticia Melo Nunes
Samuel Silva Felix
Beatriz Gonçalves
Anderson Carrilho de Brito
Murilo Gomes Louro Benite
Jennifer Silva Cavalcanti
Leonardo Vinicius Santana
Adna Bezerra
Jorge Antônio de Moraes
Guilherme Ramos

Removidos para o HC:
Jorge
Murilo

Removida para hospital Luzia de Pinho Mello em Mogi das Cruzes:
Jennifer

Removidos para o Hospital Santa Maria:
Leticia
Samuel
Anderson