Faculdade de Medicina anuncia ampliação em Jundiaí

Para celebrar os 51 anos da Faculdade de Medicina de Jundiaí (FMJ) foi realizada uma Aula Inaugural com a presença dos estudantes do 1º ano de 2019. O palestrante deste ano foi o ex-aluno e cirurgião plástico, Dr. Aristides Augusto Palhares Neto, professor da Faculdade de Medicina de Botucatu (UNESP) e falou sobre expectativa, esperança e futuro da medicina. Aproximadamente 120 calouros estiveram presentes no evento, onde a direção anunciou a ampliação das instalações.

A primeira parte da sessão foi solene e contou com a presença do vice-prefeito de Jundiaí e médico, Antônio Pacheco, membros da Associação de Amigos da FMJ: Carlos Spech e Wilson Zampieri, além do diretor da instituição, Edmir Américo Lourenço, vice diretora, Celia Martins Campanaro e coordenadora do curso médico, Monica Vanucci Lipay. Também participaram do evento professores e funcionários.

Edmir Lourenço falou do crescimento da instituição. “Estamos crescendo fisicamente com a Unidade 1, reformamos a Unidade 2, já vamos a obra para construção da Unidade 3 onde ficará o Centro de Pós Graduação e um museu. Estamos trabalhando para adquirir a Unidade 4. O nosso crescimento é gradativo e sempre prezando pela excelência e qualidade da instituição já reconhecida em todo país”, explica o diretor.

Pacheco em seu discurso cita Mahatma Gandhi e aconselha futuros médicos a exercer a medicina de forma humanística. Na sequência, o palestrante e o vice-prefeito receberam das mãos da Associação de Amigos da FMJ, a medalha e o selo comemorativo dos 50 anos.

Ao iniciar sua aula, Aristides Palhares propôs o exercício de discutir em grupo e apresentar por meio de um cartaz, o tipo de médico que eles querem ser. Os alunos foram unanimes em dizer que a medicina precisa ser trabalhada de forma humanizada, altruísta, individual e o tratamento deve ser por meio da empatia e se colocando no lugar dos outros.

Palhares termina sua exposição dizendo que os futuros médicos e a instituição estão caminhando para o mesmo lado, se atualizando através das diretrizes curriculares e de uma medicina humanizada e com valores essenciais para formação médica.

O médico deixou algumas dicas para os calouros. “Tenha sua rede de segurança, se mantenha fiel ao seu projeto, esteja no comando das mudanças e busque ajuda quando precisar”, finalizou.

Estes são os números da FMJ :

A FMJ apresenta seus números ao longo de 50 anos de história:

2.720 médicos graduados, egressos de 44 turmas

111 enfermeiros graduados

135 docentes sendo 84% titulados com livre-docência, doutorado ou mestrado

100 professores colaboradores voluntários

85 funcionários

Residência Médica

175 médicos residentes

13 estagiários de Residência

Mais de 1200 médicos Residentes formados em nossos 16 Programas de Residência Médica

Graduação Médica

640 alunos na Graduação médica (devendo chegar a 720 em 2021)

Unidade 1– Prédio sede da FMJ

Área Física: 7.080 m2. Área Construída: 7.700m2. Auditório: 359 cadeiras almofadadas. Anfiteatros: equipados com Datashow, acesso à internet, e cadeiras almofadadas. Salas de aulas: todas equipadas com Datashow, acesso à internet, a maioria com cadeiras almofadadas. Biblioteca: 460 m2 de área – 28.854 itens no acervo, além de biblioteca virtual com 1.200 títulos. Laboratório de Informática: trabalhos e acesso à Internet. Laboratório de Habilidades : treinamento de práticas médicas em manequins.

Unidade 2

Área Física: 2.942 m2 de área construída, a 300 m do prédio sede. Salas de aulas: 12. Laboratórios: 05. Auditórios: 02. Centros de Informática e espaço de alimentação.

FUTURO – Unidade 3: Área física: 500 m2 – será construído prédio de 750 m2 para pós-Graduação e ampliação da área de pesquisa.