PMs vão fiscalizar ambulantes irregulares

O Governador de São Paulo, João Doria, assinou convênio com a Prefeitura de Bragança Paulista para implantação da Atividade Delegada na cidade. Com a parceria, policiais militares irão auxiliar o município na fiscalização do comércio ambulante irregular e dos níveis de emissões sonoras.

“Os policiais, mesmo não estando no seu horário normal de trabalho, estão integrados. E isso facilita e agiliza procedimentos que rapidamente mobilizam a pronta resposta nas ruas da Polícia Militar e da Polícia Civil”, disse Doria.

Em Bragança Paulista, o convênio tem vigência de cinco anos com seis vagas diárias, sendo uma para oficial e cinco para praças. Os policiais poderão atuar até oito horas por dia e 80 horas por mês ou na jornada com 12 horas diárias tendo limite de até 96 horas mensais.

Implantada pioneiramente na cidade de São Paulo, em 2009, a Atividade Delegada já é desenvolvida em outras 60 cidades. Só na região de Campinas, atualmente, outros três municípios possuem o convênio: Joanópolis, Bom Jesus dos Perdões e Atibaia.

Como funciona

As prefeituras interessadas em ter a Atividade Delegada implantada em seu município devem procurar o Comando da Polícia Militar da região com um projeto específico que atenda às necessidades da cidade. O projeto deve ser encaminhado ao Comando Geral da PM e à SSP para que, depois de analisado, possa ser aprovado pelo secretário da Segurança.