Diretora de Operações do McDonald’s começou como Atendente aos 15 anos

A importância da mulher no mercado de trabalho é um tema que tem conquistado espaço nos últimos anos. No entanto, o assunto continua extremamente atual na data que mais ilustra a força feminina no mundo – o Dia Internacional da Mulher, celebrado hoje (8).

No McDonald’s essa jornada feminina para alcançar posições de destaque se mostra cada vez mais efetiva e cerca 60% dos cargos de liderança nos restaurantes são ocupados por elas. Dentro da rede McDonald’s o plano de carreira é apresentado desde o início – que, para muitos, significa o primeiro emprego. Prova disso é o número elevado de Gerentes que começaram na função de Atendentes de Restaurante e foram se desenvolvendo ao longo do tempo, crescendo diversas posições, o que significa que todos têm a mesma importância e chances de crescimento.

Exemplo dessa realidade, Lívia Fernandes, Diretora de Operações do McDonald’s Brasil, é responsável por 450 restaurantes e 15.000 colaboradores. Lívia começou na companhia com apenas 15 anos, como Atendente. Atualmente, há 27 anos na empresa, ela acumula passagem por diversas funções, uma graduação em Marketing e muita história para contar – principalmente dos tempos em que trabalhava todos os dias no restaurante. Desde o segundo semestre de 2018 ocupa o cargo de Diretora, posição que conquistou por meio de muita dedicação e estudo.

“Eu fui promovida à Gerente de Operações sete meses depois que minha segunda filha nasceu e um mês depois que voltei de licença. Era a oportunidade que eu mais queria na vida e precisei me organizar para dar conta destes dois momentos tão importantes ao mesmo tempo. E eu consegui. Ser mulher é poder tudo: trabalhar, ser mãe, viajar, liderar uma equipe. Somos extremamente competentes, fazemos bem feito e conseguimos resultados duradouros quando nos dedicamos. Hoje, das 15 mil pessoas que estão abaixo do meu “guarda-chuva”, na gerência das unidades, 60% são mulheres. E são mulheres guerreiras, que estão à frente de negócios grandiosos. O restaurante da rede que mais vende no Brasil, por exemplo, é comandado por uma mulher”, relata Lívia.

OUTRAS CIDADES

Em Campinas, Tatiana de Paula Fiuza Chimitt começou na empresa aos 18 anos. Foi o seu primeiro emprego. Hoje, aos 36 anos, ela é Gerente de Unidade de Negócios do restaurante na Lagoa do Taquaral, em Campinas e tem muito a comemorar. “Fico feliz em fazer parte desse momento tão especial para a marca McDonald’s no Brasil. Fazer parte desse momento com 18 anos na empresa me faz sentir muito valorizada como mulher. Aprendi muito durante esses anos, mas o principal é o respeito com a toda equipe”, diz ela antes de contar a sua trajetória.  

Com história parecida, Sibele Rosa da Silva também começou na rede aos 18 anos em Sorocaba. “Com 20 anos me tornei coordenadora de equipe, um passo muito importante, porque me lembrava de que eu poderia conquistar qualquer coisa que quisesse a partir dali”, conta Sibele, hoje aos 33 anos. 

 Atualmente ela é Gerente de Unidade de Negócios do restaurante que fica no bairro Wanel Ville, em Sorocaba. Como mulher, ela conta que sempre foi tratada com muito respeito e igualdade pela empresa. “Tanto por ser mulher como por ser negra”, destaca. “Na vida eu nunca sofri ou tive preconceito. Pode ser sorte, mas eu sou uma pessoa que enxerga todos da mesma forma. Deve ser por isso”, ressalta. Segundo ela, uma das importantes visões do McDonald’s é trabalhar com pessoas, para pessoas. “Esse conceito sempre fez parte da minha vida e dentro da empresa, não existe espaço para nenhum tipo de discriminação, nem por sexo, nem cor, muito menos sexualidade”, afirma.