Após problemas com chuvas, EMEBs passarão por reparos

O leitor Claudio Missari Junior enviou fotos da EMEB Anézio de Oliveira, na Vila Marlene. Corredores e salas de aula tomadas pela água, Funcionários utilizando rodos para evitar que as crianças ficassem na área alagada, além de grandes rachaduras nas paredes. Segundo ele, a escola para e os professores precisam ajudar a retirar a água das salas e que não há nenhuma manutenção no local.

emeb

Em nota, a Unidade de Gestão da Educação (UGE) informa que já está na programação da pasta a realização de manutenção EMEB Anézio de Oliveira. Serão realizados, dentro de 20 dias em caso de tempo estável, uma revisão de calhas e rufos metálicos, instalação de grelhas esféricas nos condutores e revisão na impermeabilização com manta asfálticas nas calhas de alvenaria. Cabe ressaltar que a escola recebeu manutenção nos telhados no fim do ano passado. No entanto, segundo a Defesa Civil, já choveu em Jundiaí 50% acima da média histórica para o mês de fevereiro.

Varjão
Já o leitor Jamil da Silva Filho enviou vídeos da EMEB Maria Aparecida Silva Congilio, onde mostram os problemas com as chuvas no local. Algumas salas ficam alagadas. Ele questiona sobre manutenção no prédio.

A Unidade de Gestão da Educação (UGE) informa que está em processo de contratação emergencial de uma empresa para realizar a substituição de calhas para dar maior vazão à água, além da troca de rufos e consultores. A previsão é de que o serviço seja realizado em cerca de 30 dias, em caso de tempo estável.

Vila Helena
Na EMEB Antonio Loureiro também tem registrado problemas com as chuvas. A leitora Carla Marcanzola Baialuna enviou reclamação sobre as infiltrações na unidade.

Sobre essa questão, a Unidade de Gestão da Educação (UGE) informa que realizará, nos próximos dias, a limpeza das calhas e poda de árvores no entorno da escola a fim de prevenir novos alagamentos. Um engenheiro da unidade fará, também, uma vistoria nos telhados para verificar se há necessidade de troca de telhas.