Galpão era usado na receptação de cargas roubadas

Policiais do Deic (Departamento Estadual de Investigações Criminais) estouraram um depósito suspeito de guardar cargas importadas que foram roubadas. O local funcionaria como entreposto de distribuição da mercadoria. A ação aconteceu em Itupeva. O empresário dono do empreendimento acabou preso. Também será apurada outra situação. A equipe encontrou armamento e munições, além de coletes balísticos e bloqueadores de sinais, dentro de um VUC Iveco Dally. A quadrilha usaria o material para simular falsos bloqueios e facilitar a abordagem dos motoristas das transportadoras.

A ação foi desfechada por policiais da 4ª Delegacia Patrimônio (Investigações sobre Roubo a Condomínio). A equipe apurava informações sobre um roubo de carga, com armazenamento do produto ilícito no interior de um galpão. Também teria a possibilidade da ocultação de armas para a realização de crimes.

O caminhão foi identificado pela equipe da 4ª Patrimônio. O veículo estava parado em frente ao depósito de cargas instalado no Jardim Primavera, em Itupeva. Na abordagem encontraram dentro do veículo uma espingarda calibre 12, um carregador para Fuzil, munições, dois coletes táticos, placas de automóveis e um bloqueador de sinais de 16 antenas. A pesquisa revelou queixa de roubo em abril do ano passado na região de Santa Barbara.

A equipe da 4ª Patrimônio estendeu a ação para o depósito. No local detiveram o proprietário e dois supostos funcionários. Devido à falta de documentação, as mercadorias armazenadas foram apreendidas.