População pode informar sobre áreas de risco pelo aplicativo

Desde abril de 2017, o aplicativo da Prefeitura de Jundiaí conta com uma função que permite à população informar, diretamente à Defesa Civil, sobre problemas em áreas de risco. Trata-se de uma funcionalidade muito importante nos esforços do órgão para minimizar problemas durante o período de chuvas, que se estende até o dia 31 de março. “O Plano Preventivo de Defesa Civil – Operação Chuvas de Verão” reúne várias medidas, integradas com as outras forças de segurança do Município, que visam evitar problemas graves para a população, especialmente quem mora nos bairros com áreas de risco. O apoio da população é fundamental”, destaca o coordenador da Defesa Civil, coronel Gimenez.

Para acessar a função, basta acessar o aplicativo e clicar no ícone da plataforma de Segurança e Proteção ao Cidadão. Após acessar o campo “Comunique Problemas sobre Áreas de Risco (Defesa Civil”, o munícipe pode incluir fotos do local e indicar a localização. Também há um espaço para descrição do problema. Segundo a Companhia de Informática de Jundiaí (Cijun), que desenvolveu o aplicativo, até hoje cerca de 50 informações sobre áreas de risco foram recebias por meio desse canal.

O coronel destaca que, além da comunicação via aplicativo, o munícipe pode informar sobre problemas em áreas de risco também pelo telefone 199, da Defesa Civil, que atende 24 horas por dia.

Na palma da mão
O download do aplicativo da Prefeitura, pode ser feito pela Play Store no sistema Android e na App Store no sistema IOS procurando por Prefeitura de Jundiaí. Após a instalação é necessário realizar um cadastro simples para acessar as mais de 120 funcionalidades.

Abaixo as principais dicas da Defesa Civil para o período de chuvas.

Tempestades e raios:

I. Se estiver FORA de casa:

● Abrigar-se dentro de casa, edifício ou comércio;
● Se estiver dentro do carro, não sair;
● Evitar locais abertos (praia, campo, estacionamento);
● Não permanecer no mar ou piscina;
● Manter distância de objetos altos e isolados (árvores, postes);
● Evitar andar de bicicleta, motocicleta ou a cavalo.
II. Se estiver DENTRO de casa:

● Afastar de aparelhos ligados na energia (TV, geladeira);
● Evitar utilizar o telefone (a menos que seja sem fio ou celular);
● Afastar de janelas, tomadas e canos elétricos.
Alagamentos e enchentes:

● Antes: desconectar os aparelhos elétricos das tomadas para evitar curtos-circuitos;
● O lixo jogado nas ruas e calçadas entopem as bocas de lobo e agrava os alagamentos;
● Evitar contato com a água → pode provocar doenças (usar bota de borracha);
● Manter os alimentos longe da água. Caso estejam molhados, devem ser descartados;
● Se tiver contato com a água, procurar uma Unidade de Saúde o quanto antes;
● Evitar andar nas ruas alagadas → correnteza;
● Não usar equipamentos elétricos que tenham sido molhados.