Empresa vende ilegalmente abadás para Carnaval de Jundiaí

A Prefeitura de Jundiaí foi informada de que uma empresa estava vendendo ilegalmente abadás para os participantes dos blocos de rua do Carnaval 2019. De acordo com a Prefeitura, ela está tomando providências junto às autoridades responsáveis.

Por meio da venda online das camisetas estilizadas, a empresa prometia a entrada dos foliões em tendas montadas nos locais onde serão realizados os desfiles dos blocos de rua, com bebidas, música e premiação pelas melhores fantasias.

A Prefeitura afirmou, em nota, que não houve autorização para o evento da produtora, nem comercialização de ingressos, muito menos para que se realizasse o evento. E, que inclusive configura-se como crime, uma vez que existe a cobrança de ingresso (por meio da compra do abadá) para uso do espaço que é público.

O gestor da Unidade de Cultura, Marcelo Peroni, explica que diversos setores da Prefeitura têm tentado contato com a produtora e com a vendedora dos ingressos. “Tanto nós da Cultura quanto outros setores da Prefeitura buscamos esses contatos, em defesa dos munícipes, para que o Carnaval no Município vise à promoção artística e cultural, sem o prejuízo da população”.

Já a Fiscalização do Comércio da Unidade de Gestão de Governo e Finanças (UGGF) também está verificando a venda não autorizada, devendo, inclusive, intensificar a fiscalização da venda de outros produtos sem licença durante os dias da festa.

A Unidade de Gestão de Segurança Municipal (UGSM) já acionou e orientou as equipes de Inteligência da Guarda Municipal para averiguação do assunto.

Para eventuais consumidores que tenham feito a compra e não recebam o ressarcimento devido, o Procon Jundiaí instrui que as reclamações devem ser feitas no órgão, que fica na rua Barão de Jundiaí, nº 153 – Centro, anexa à Câmara Municipal.

O reclamante deve ser morador do município e ter em mãos os dados da compra, comprovantes de pagamento, CNPJ e dados da empresa, além de informações complementares, como prints da página na internet. O horário de atendimento do Procon é de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h, para entrega de senhas.