Movimento quer transformar Serra do Japi em Parque Estadual

Há 10 anos a Serra do Japi aguarda para ser transformada em Parque Estadual e, assim, receber mais proteção. Para destravar o projeto de lei (PL) que está na fila, apto a ser votado na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo,  um movimento em Jundiaí deu início este mês a um abaixo assinado e tenta obter a atenção das autoridades.

Até a última segunda-feira (28), mais de 900 assinaturas haviam sido contabilizadas. Esta é uma das últimas florestas de mata atlântica do Estado de São Paulo, integrando as cidades de Jundiaí, Pirapora do Bom Jesus, Cajamar e Cabreúva. Menos de 10% da área tombada da Serra do Japi é uma Unidade de Conservação (UC) e Proteção Integral.

Transformar a área total em Parque Estadual, de acordo com o movimento, resolveria a questão da preservação e ela se tornaria uma UC de proteção integral. O último andamento do foi dado no dia 28/04/2016, mas o projeto nunca entrou na pauta do dia dos deputados estaduais.

Segundo integrantes do movimento, a Serra do Japi – como outras áreas verdes – é alvo da especulação imobiliária e utilizada para plantio de eucalipto em áreas particulares, e por isso sua transformação em parque não é vista como prioridade. Integrante do movimento, o técnico em controle ambiental Mauro Orsi afirma que o projeto já passou por três comissões parlamentares e foi aprovado por todas elas. “Basta que o projeto seja finalmente levado a plenário e aprovado pelos deputados, e este é o objetivo da petição”, afirmou. O abaixo assinado conta com o apoio e está sendo divulgado pela Rede ESC, grupo formado por entidades da sociedade civil do Aglomerado Urbano de Jundiaí.