Cerca de 200 famílias conseguem regularização de imóveis

Dezenas de famílias moradoras de projetos habitacionais da Fundação Municipal de Ação Social (Fumas) receberam, na terça-feira (29), a documentação regularizada de seus imóveis, adquiridos por meio de financiamentos e projetos habitacionais de interesse social. A entrega da documentação foi feita pelo prefeito Luiz Fernando Machado e pela superintendente da Fumas, Solange Marques, no Paço Municipal.

O prefeito parabenizou as famílias pelo esforço, em conjunto com a Fundação, para obtenção da regularização. “Ter uma casa própria é com certeza uma das principais conquistas na vida de uma pessoa e, por isso, ficamos muito felizes de entregar essa documentação. Foram anos de luta para chegarmos a este momento de alegria”, destacou Luiz Fernando. “O mérito é de todos, desde os familiares até os outros administradores que passaram pela Prefeitura”, completou.

A superintendente da Fumas destacou a emoção de presenciar mais famílias sendo contempladas com as escrituras, finalizando, assim, um longo e árduo caminho na conquista da moradia registrada no nome do beneficiário. “Atendendo a um pedido do prefeito Luiz Fernando, nós estamos trabalhando de forma mais ágil nos processos de regularização fundiária, nas áreas de atuação da Fumas, por meio do Departamento de Regularização Fundiária que é totalmente dedicado a este trabalho”, afirmou.

No Conjunto Habitacional Parque dos Ingás, 97 moradores estão sendo contemplados com o “habite-se” de suas moradias, finalizando o processo de regularização fundiária do local, com a aprovação do projeto de construção da moradia, que agora serão averbados nas respectivas matrículas. Morador da região há 21 anos, o aposentado Antônio Bueno dos Santos falou sobre o alívio de receber sua documentação. “Isso me dá mais tranquilidade porque sei que minha família jamais ficará desamparada”, disse ele, que mora com sua mulher e duas filhas.

No Conjunto Habitacional da Vila Palma, todas as 40 famílias já estão com as construções de suas moradias averbadas nas respectivas matrículas.

Além dos 137 Habite-se, também foram entregues 40 escrituras de móveis quitados e 24 compromissos de compra e venda de famílias moradoras em vários projetos habitacionais da Fundação, como Residencial das Flores I e II, Vila Padre Renato, Conjunto Habitacional Dom Gabriel P.B. Couto, Vila Maringá.