ABUSO SEXUAL: Delegacia da Mulher manda passageiro para a Cadeia

A delegada da Delegacia de Defesa da Mulher de Jundiaí, Renata Yumi Ono, determinou a prisão de um passageiro de 50 anos por importunação sexual contra uma adolescente de 16 anos.

O fato ocorreu dentro de um ônibus de Minas Gerais para São Paulo, na Via Anhanguera, na Vila Rami, em Jundiaí.

A jovem pediu socorro dentro do coletivo, porque o passageiro da poltrona ao lado estava se masturbando e mandou ela tirar as roupas.

O motorista acionou a Polícia Rodoviária e o passageiro foi conduzido até a Delegacia.

Troca de lugar

A equipe de investigadores da DDM de Jundiaí conseguiu apurar, no mapa da empresa de ônibus, que o acusado trocou de lugar durante a viagem da sua poltrona de número 04 para uma ao lado da adolescente, que comprou passagem de número 27.

Havia outros 33 assentos livres no coletivo e ele foi se sentar justamente ao lado da jovem de 16 anos.

A adolescente relatou na Polícia Civil que o passageiro ao lado ficou se masturbando e depois mandou tirar as roupas. Diante da situação ela pediu socorro.

Depoimento

Na Delegacia, o autor negou que estivesse se masturbando. Disse que fez cirurgia há algum tempo e quando pode solta o cinto e a calça, para se sentir mais confortável.

Porém, durante depoimentos separados tanto um dos passageiros quanto a vítima comentaram que o acusado disse: “Nossa como essas jovens de hoje em dia ficam expostas ficando
com as pernas abertas para homem e não quer que a gente se sinta tentados”.

A jovem explicou que durante a viagem, chegou a dormir e quando acordou o acusado não parava de olhar para ela. Que chegou a colocar duas jaquetas sobre seu corpo, para ele não olhar.

Os policiais relataram que a jovem estava em choque e constrangida com a importunação que sofreu no coletivo.

O preso, que reside em Minas Gerais, foi encaminhado para o Centro de Triagem de Campo Limpo Paulista, onde vai aguardar decisão da Justiça.