DISE recupera R$ 60 mil em bens furtados após festas em condomínio

A nova moda dos bandidos, para praticar crimes, é se aproximar de moradores de condomínios e fazer amizades, para “estudar” as casas onde os vizinhos estão viajando nestas férias. Sem qualquer ato de violência ou trabalho com invasões, eles têm a tranquilidade para agir ao serem convidados às festas ou reuniões. Assim um grupo entrou em condomínio de alto padrão de Jundiaí e furtou cerca de R$ 60 mil em dinheiro, jóias e outros objetos de valor.

Os policiais da Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes (DISE) esclareceram os crimes ocorridos durante as festas de final de ano e recuperaram na Vila Marlene bens e dinheiros.

Um morador, sem saber, colocou dentro de casa o líder da ação criminosa, que levou no carro quem deveria agir com as orientações de quais casas os donos estavam viajando em férias.

A solução do caso, de acordo com o chefe dos investigadores da DISE, Leandro Basson, envolveu toda a delegacia, chefiada pelo delegado Antônio Seleguin Júnior.

Os policiais Basson, Aldivino, Gilmar, Targa, Eduardo, Glaucia, Edilson, Capelo, Vagner e Alessandra passaram a fazer levantamentos entre os moradores do condomínio, para saber se havia alguém estranho no dia dos fatos.

Basson orienta quem mora em condomínio a pesquisar bem os antecedentes dos “novos amigos”. Os acusados vão responder processo na Justiça.