Trabalhadores da EBF Vaz entram em greve

Os trabalhadores da empresa EBF Vaz, no Distrito Industrial de Jundiaí, entraram em greve nesta terça-feira (08), mais uma vez. Eles reivindicam os pagamentos de vale, salário e 13º, que não foram pagos em dezembro de 2018.

A EBF vem passando por dificuldades financeiras e os atrasos nos pagamentos se tornaram constantes. A diretoria apresentou proposta para o Sindicato dos Metalúrgicos de parcelamento desses benefícios em quatro vezes, que não foi aceito pela categoria.

A EBF produz peças para máquinas e alega que está passando por um momento delicado devido à crise econômica.

Os mais de 200 trabalhadores estão desde o dia 20 de dezembro tentando um acordo com a empresa. Mas eles dizem que a situação só tem piorado a cada dia que passa, com as contas acumulando.

Um trabalhador disse que já não paga o aluguel e as contas de água e luz de sua casa. E não sabe mais o que fazer.

Os sindicalistas que compareceram na porta da fábrica, no Distrito Industrial de Jundiaí, na manhã desta terça-feira, ficaram sensibilizados com a situação da categoria.