Faltam vacinas contra Meningite e Catapora

A leitora do “Jornal da Região”, Nathália Silva, do bairro do Ivoturucaia, em Jundiaí, está há três meses tentando vacinar o filho pequeno contra a meningite do tipo C. Ela relata que vai até a Unidade Básica de Saúde (UBS). Mas não encontra o medicamento para proteger o bebê. Ela também já foi em outras duas unidades de saúde do município e também não encontrou.

De acordo com a Unidade de Gestão de Saúde da Prefeitura o problema não é só local, mas em toda a região. O Ministério da Saúde reduziu a quantidade de vacinas da meningite e contra a varicela (catapora). A expectativa é de que as vacinas voltem a ser enviadas para a cidade e municípios do Aglomerado Urbano a partir do dia 2 de janeiro.

Nathália estava preocupada, porque já está passando do prazo de seu filho receber as doses corretas de todas as vacinas.

Segundo a enfermeira da VE, Maria do Carmo Possidente, o desabastecimento é nacional. “Todos os municípios estão recebendo menos doses. O ideal é que a criança receba as vacinas na data preconizada. Porém se houver atraso, ela poderá ser vacinada no tempo oportuno”, detalha.