Noivas reclamam que não conseguem álbum e vídeos

Várias noivas estão reclamando nas redes sociais que não conseguem os álbuns e vídeos de seus casamentos, contratados há mais de um ano junto à empresa Visual Foto Vídeo, de Jundiaí.A empresa esclarece que vai cumprir todos os contratos e que está passando por dificuldades. Um dos responsáveis teve afastamento médico. Os diretores estão negociando caso a caso e a queixa feita por uma das noivas está em processo de solução.

A noiva comentou que, cansada de tantas promessas acionou a Polícia Militar, foi até a Delegacia de Polícia Civil e o Procon. Ela conta que seu casamento ocorreu em setembro do ano passado e já perdeu as contas de quantas vezes foi atrás das fotos e vídeo. Antes eram prazos que acabavam não sendo cumpridos. Agora, houve mudança de endereço e anúncio de que estão sem telefone. Mas nada do álbum tão esperado.

A noiva contratou uma advogada e vai processar os responsáveis por danos morais. A Visual Foto Vídeo informa que o vídeo da noiva está em processo de edição e foram mostradas as imagens para ela, pedindo mais um prazo para conclusão. Que a noiva sabia que um dos diretores não está atendendo mais.

A Visual garante que vai atender todos os clientes, inclusive com contratos fechados até 2020.

Esse é o segundo caso nos últimos anos em Jundiaí de serviços fotográficos que deixam de ser entregues. No anterior o fotógrafo alegou que ficou sem funcionários, os preços dos materiais estavam caros e pretendia entregar os álbuns assim que as coisas melhorassem. Na cidade também houve o escândalo do Buffet do Alemão, que fechou as portas e deixou muitas noivas sem a festa do casamento.

Caso de Polícia

Após publicar o seu depoimento no Facebook, a noiva recebeu mensagens de outras 30 mulheres que também contrataram os serviços da Visual, porque estão preocupadas.

“Eu fui no endereço novo cinco vezes e nada. Chamei a Polícia Militar e não adiantou”, comentou uma das noivas.

Na página da Visual no Instagram foi publicado comunicado de que a empresa está em novo endereço, na avenida Nove de Julho, mas que a companhia telefônica não instalou a linha telefônica para atender os clientes.

Alguns dos depoimentos

Após a publicação no “Reclame Aqui” de uma das noivas, surgiram outros comentários de noivas:

“Estamos no nosso direito e queremos o que pagamos”, comentou uma noiva.

“Estou com medo de não receber meu álbum”, comentou outra.

“Também estou tendo problemas com essa empresa”, respondeu uma noiva.

Já uma jovem contou que recebeu o álbum, mas o vídeo ainda não.

(Atualizado às 9h20 de 18.12.18)