“Geladeiras Literárias” emprestam livros nos terminais de ônibus

O projeto “Geladeira Literária” está presente nos sete terminais de ônibus da cidade, com a proposta de democratizar o acesso aos livros e a circulação de obras literárias para a população. A iniciativa, que teve início em 2017, foi expandida à UPA Vetor Oeste, ao Paço Municipal e às Novas UBSs dos bairros Tulipas e Vila Maringá.

De acordo com a Unidade de Gestão de Cultura (UGC), idealizadora do projeto, o fator rotatividade dos livros é essencial para o sucesso da ação. Por isso, as pessoas que têm os livros do Geladeiras Literárias em casa devem atentar-se à devolução. “Se a circulação não acontecer o abastecimento dos pontos de empréstimos é prejudicado, impossibilitando que um número maior de pessoas consigam ter acesso ao projeto”, disse o diretor da UGC, Ricardo Comparini.

O projeto contém aproximadamente 70 mil exemplares de livros, com títulos de vários gêneros, todos conseguidos como resultado de doações por parte de editoras e munícipes. O empréstimo de livros é realizado de forma simples: basta abrir a geladeira, retirar o livro de interesse e, após terminar a leitura, devolver no mesmo ponto em que foi feito o empréstimo ou, ainda, nas demais geladeiras distribuídas na cidade.

Onde encontrar
Paço Municipal (avenida da Liberdade s/nº)
UPA Vetor Oeste (avenida Presbítero Antônio Dias Filho, 1543)
Nova UBS Tulipas (Rua Ana Congani Bocalão, 80)
Nova UBS Maringá (Rua Casimiro de Abreu, 57)
Terminal Cecap (Rodovia Vereador Geraldo Dias, 2901)
Terminal Central (Rua Baronesa do Japi, s/nº)
Terminal Colônia (avenida dos Imigrantes Italianos, 2400)
Terminal Eloy Chaves (avenida José Luís Sereno, 201)
Terminal Hortolândia (Rodovia Vereador Geraldo Dias, 1001)
Terminal Rami (avenida São Francisco de Sales, 290)
Terminal Vila Arens (avenida União dos Ferroviários, 333)