Marginal do Rio Jundiaí recebe nova etapa de recapeamento

A Prefeitura de Várzea Paulista gerencia o recapeamento asfáltico da Avenida Marginal Direita do Rio Jundiaí, iniciado na semana passada — parte do programa Novos Caminhos. A equipe da construtora licitada está lançando novo asfalto no trecho entre o número 1477 e o acesso ao Viaduto dos Emancipadores, na Rua Sorocaba. Ao todo, 19.641 m² da via serão recapeados (2.019 metros lineares), para melhorar as condições de tráfego no local.

Após essa etapa, 3.053 m² de asfalto serão lançados sobre 280 metros lineares, que incluem um trecho que vai da Rua Sorocaba às alças do Viaduto. Assim que terminar o trabalho na Marginal do Rio Jundiaí, será feito o lançamento de 911 m² de asfalto sobre um trecho da Rua Samambaia (135 metros lineares), no Jardim Mirante.

Para que utiliza a via todos os dias, a melhoria é mais que bem vinda, “Morei em Várzea, mais tenho muitos clientes em Campo Limpo, e vou muito para lá. Agora vai ficar bem mais seguro passar pela marginal”, contou Marcos Barboza, comerciante.

Antes do início das ações na Marginal, já foram concluídos os recapeamentos das Ruas Alberto de Oliveira e Vigário Afonso Nikrake (ambas do Jardim Cruz Alta); Oswaldo cruz (Jardim das Acácias); Sananduva (Jardim América III); além de trechos da Rua José Rabelo Portela (Jardim Maria de Fátima) e Allan Kardec (Residencial das Flores).

O investimento para viabilizar essa etapa dos trabalhos é de aproximadamente R$ 1.661.535,32, fruto de um convênio com o Governo do Estado de São Paulo. A previsão é de que os trabalhos do atual pacote sejam concluídos em aproximadamente 15 dias.

Marginal renovada
As ações fazem parte de um conjunto de intervenções, que inclui os recapeamentos já finalizados da Marginal Esquerda, entre a divisa com Jundiaí e a Rua Issac Galvão (Centro), além da ligação entre as marginais da Avenida e a Rua e um trecho da Marginal próximo ao bairro Ponte Seca. A área total recapeada da Marginal nessa primeira parte dos trabalhos foi de 19.650 m², em 2.500 metros lineares. Ao todo, o investimento foi de R$ 861.161,12, como primeira parte do mesmo convênio.