PM prende funcionário por furto de celulares

A equipe da Polícia Militar com o tenente Iuri, cabo Alison e soldado Carlos, prendeu na Via Anhanguera o funcionário de uma empresa de logística com telefones furtados.

Durante patrulhamento de supervisão a equipe do Comando de Força encontrou dois indivíduos em atitude suspeita na margem da Rodovia Anhanguera, no  km 64, sentido norte.

Houve a abordagem a A.G.S. e ao J.N.P.S. Ambos maiores de idade.

Durante a revista pessoal foram localizados dois aparelhos celulares da marca “LG modelo K 10 Novo” e um aparelho celular da marca “Samsung modelo J7 Prime”. Os aparelhos celulares eram novos, e ainda estavam com o plástico de proteção na tela.

Os dois abordados não souberam explicar onde conseguiram os aparelhos e entraram em contradição diversas vezes na tentativa de enganar a equipe Policial Militar.

Posteriormente o A. disse ter comprado os aparelhos celulares do S.F.V., que já foi preso por roubos a transeuntes, segundo a sua genitora.

Os policiais foram na casa do S. que fica no Bairro Bertioga, em Várzea Paulista, mas ele não estava no local. Foram feitos contatos com a sua genitora. Logo após a equipe da PM foi à casa do A., na Vila Popular, também em Várzea Paulista, pois ele disse que as notas fiscais dos aparelhos estavam em seu quarto. Porém, as notas fiscais não estavam em sua residência.

Em seguida os policiais foram também à casa da mãe do J. e posteriormente à casa do J., ambas na Vila Real, em Várzea Paulista.

Durante a diligência realizada na casa do J. o A., ao perceber que não teria como sustentar as versões mentirosas, decidiu confessar que os aparelhos celulares foram furtados por ele durante o serviço, durante a madrugada, na empresa onde trabalha e que tinha intenção de vendê-los informalmente.

Os policiais foram até a empresa de logística onde ele trabalha e fizeram contato com o seu encarregado, que informou de uma série de furtos que vêm ocorrendo nos últimos dias.

Perguntado ao infrator onde ele havia deixado as embalagens dos aparelhos, pois os PMs queriam as notas fiscais para apresentá-las no DP, ele informou onde havia escondido as embalagens, dentro da empresa, embaixo dos paletes.

Neste momento os PMs deram voz de prisão ao infrator da lei e ele foi apresentado no plantão policial de Jundiaí com as demais partes envolvidas na ocorrência e os aparelhos furtados.

Os os celulares foram devolvidos ao representante da empresa e o infrator permaneceu à disposição da Justiça.