CEREST cancela interdição da frota de ônibus

O Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest) de Jundiaí cancelou a interdição de 66 ônibus do Sistema Integrado de Transporte Urbano (SITU) da cidade.

O CEREST questionou a ergonomia dos bancos utilizados pelos motoristas, causando uma grande polêmica com o comunicado de interdição de parte da frota que atende a população diariamente.

Um funcionário do órgão havia registrado boletim de ocorrência na Polícia Civil informando que havia irregularidades, mas as empresas contestaram e apresentaram laudos garantindo que os veículos tinham sido reparados, eliminando os problemas.

A Prefeitura de Jundiaí informa que o caso está encerrado e não há mais a interdição.

As empresas informam que a frota da cidade é uma das mais novas do Interior do Estado.