DIG recupera R$ 7.500,00 que aposentada perdeu

Uma aposentada do bairro do Ivoturucaia, em Jundiaí, fez empréstimo de R$ 8.500,00 para poder pagar dívidas. Ao ir ao supermercado Coopercica do bairro do Caxambu, ela deixou a carteira com o dinheiro cair na porta do banheiro. Logo em seguida um homem encontrou a carteira. Abriu sobre o capô do seu carro. Ele, que aparentemente tinha uma lista de compras nas mãos, desistiu de entrar no estabelecimento e voltou para o carro. Minutos depois deixou o estacionamento, sem entrar no supermercado.

A aposentada, de 62 anos, ficou desesperada. Ela pediu ajuda dos seguranças do supermercado, que fizeram levantamentos pelo sistema de câmeras. Em seguida a mulher fez boletim de ocorrência, que foi encaminhado para a Delegacia de Investigações Gerais (DIG).

O delegado Luiz Carlos Duarte determinou aos policiais Gigio e Júlio que fizessem investigações. O supermercado – que tem sempre colaborado com a Polícia -, conseguiu a placa do veículo, que era de Jundiaí.

A gerência informou aos policiais que o homem não procurou, em nenhum momento, o estabelecimento, para localizar a dona da carteira.

Depois de 24 horas de levantamentos, a Guarda Municipal informou que um veículo com as mesmas placas do carro que estava na Coopercica circulava pela rua Rangel Pestana, no Centro. Duas viaturas da Guarda fizeram a abordagem e o motorista recebeu explicação de que tinha sido parado por causa da carteira da idosa. Ele confessou que guardou na sua casa e estava procurando pela dona. Mas não sabia como encontrá-la. Teve receio em anunciar que achou, porque outra pessoa podia se aproveitar da situação.

Dos R$ 8.500,00 que a aposentada disse que sacou no empréstimo, os policiais recuperaram na casa do acusado a quantia de R$ 7.500,00.

O delegado Duarte determinou a elaboração de boletim de ocorrência de Apropriação Indébita contra o homem, que teve várias oportunidades para devolver a carteira. Segundo os policiais ele podia ter procurado a gerência da Coopercica ou a delegacia mais próxima e até a Polícia Militar que tem um quartel bem próximo. Agora, o acusado deverá aguardar decisão da Justiça.

Na foto, os policiais da DIG contam o dinheiro que foi encontrado e devolvido para a aposentada.

A mulher agradeceu o trabalho dos policiais civis e elogiou a rapidez na recuperação da carteira. Ela achou que nunca mais ia recuperar.

Veja o vídeo

Telefone celular

Nesta semana uma jovem de 18 anos também “achou” telefone celular de outra mulher em loja da Vila Arens, em Jundiaí. A moça levou para casa o aparelho avaliado em R$ 600,00. Os policiais do 4º Distrito Policial, comandados pelo delegado Florisval Silva Santos, conseguiram identificar a jovem. O policial Lira está cuidando do caso e a moça combinou de devolver o aparelho na Delegacia para a dona, devendo responder processo pelo caso.