Consumidores ganham apelidos em Cartilha do Governo Federal

A Secretaria Nacional do Consumidor, ligada ao Ministério da Justiça divulgou na última semana uma cartilha em que classifica os vários tipos de consumidores, inclusive chamando-os de “Rambo” e “Kid Tocaia”, dentre outros termos.

A classificação deixou consumidores irritados e até os funcionários dos Procons pelo País.

O consumidor Kid Tocaia é o que deixa o atendente do Procon com cara de bobo. Já o Rambo é o que chega explodindo tudo e criticando a todos.

A cartilha também classifica de “roda presa” aquele que não se mexe e deixa para os outros resolverem a situação. Tem o Enigma que se fecha e não fala o que está acontecendo e o “disk problemas”, que reclama de tudo e de todos.

O Ministério não se pronunciou.

Nota do Procon Jundiaí

O Procon Jundiaí, Órgão de Proteção e Defesa do Consumidor, ligado à Unidade de Gestão de Negócios Jurídicos e Cidadania, e conveniada à Fundação Procon/SP, entidade pioneira com mais de 40 anos de atuação na defesa do consumidor, esclarece que a peça orientativa denominada “Treinamento – Excelência no Atendimento” é uma produção exclusiva da Secretaria Nacional do Consumidor – Senacon, sem nenhuma participação do órgão paulista ou jundiaiense, nem mesmo tecnicamente.

O Procon Jundiaí repudia qualquer tipificação discriminatória e debochada que se pretenda imputar aos consumidores, pois entendemos que isso em nada contribui para a missão institucional dos Procons.

O atendimento ao consumidor, maior das funções dos Procons pelo Brasil, deve ser acima de tudo realizado com respeito, ouvindo, orientando e buscando a solução de seu problema, primando pela cordialidade, civilidade e tratamento igualitário a todos, com o encaminhamento técnico correto da demanda individual e o endereçamento coletivo cabível.

É importante ressaltar que o Procon Jundiaí, desde 2017, tem intensificado a realização de cursos para toda sua equipe, visando a capacitação tanto do conteúdo técnico, como na excelência no atendimento aos consumidores.