Especialistas discutem o aumento do suicídio em Jundiaí

O prefeito de Jundiaí, Luiz Fernando Machado, esteve com representantes da Prefeitura e de entidades definindo detalhes de um evento que ocorre em setembro, para debater os motivos e como prevenir o suicídio. A cidade contabiliza alto índice. Na última semana foram dois casos e no ano já são cerca de 30.

Representantes da Prefeitura e de outras entidades acertaram os últimos detalhes para o 3º Encontro de Valorização da Vida, com o tema “Suicídio: uma epidemia calada. Escutar é uma das opções”, promovido pela Prefeitura de Jundiaí em parceria com o Centro de Valorização da Vida.

O debate sobre o tema, com a presença de vários especialistas, será realizado no dia 14 de setembro, no Teatro Polytheama.

Durante a reunião, o prefeito destacou a importância do evento e ressaltou que a Administração trata do tema com muita seriedade, durante todos os dias do ano. “O suicídio é um tabu, mas temos de falar sobre isso. É um mal que atinge muita gente, inclusive servidores de instituições importantes e, por isso, temos de intensificar a prevenção cada vez mais”, disse Luiz Fernando. “As pessoas sabem que precisam falar sobre o tema, mas não o fazem por preconceito”, completou.

Entre os palestrantes já confirmados para o evento estão o capitão Diógenes, o major Hugo Araújo Santos e o tenente-coronel Valdira (todos da Polícia Militar), a psicóloga Karen Scavacini, a coordenadora nacional de estudos do CVV, Elaine Macedo, e o médico psiquiatra da Unicamp, Neury Botega. Mais detalhes sobre a forma de inscrição e o cronograma do evento serão divulgados em breve.