Feira Científico-Cultural vai reunir 20 mil estudantes jundiaienses

O programa Escola Inovadora vai reunir 31 escolas do sistema municipal e 12 da rede privada, de quinta-feira (23) até sábado (25), durante a primeira edição da Feira Científico-Cultural dos Estudantes Jundiaienses, promovida pela Prefeitura por meio das Unidades de Gestão de Educação (UGE) e de Cultura (UGC), no Parque da Uva. Cerca de 20 mil estudantes devem participar nos três dias do evento.

A abertura oficial será realizada pelo prefeito Luiz Fernando Machado, na quarta-feira (22), às 19h. “A ideia da feira é destacar o que vem sendo desenvolvido pelos estudantes jundiaienses nas salas de aula e promover uma integração entre alunos e educadores. A troca de experiências também é uma forma de capacitação e isso é um dos pilares do programa Escola Inovadora”, destaca o prefeito.

A gestora de Educação, Vasti Ferrari Marques, explica que a Feira começou a ser pensada em outubro do ano passado, quando as escolas foram convidadas. “Cada instituição de ensino ficou com um tema e o trabalho será apresentado ao público nos dias da feira. Há trabalhos de robótica, pinturas em tela e experimentos científicos, entre várias outras formas de manifestação”, pontua.

Temas
Entre os assuntos que foram trabalhados pelas escolas e serão apresentados na feira estão cultura infantil; arte, infância e natureza; cultura afro-indígena; meio ambiente, literatura; inteligência emocional; ciência, biomas da Mata Atlântica e história, entre vários outros.

Na Emeb Antônio Loureiro, na Vila Helena, a expectativa dos alunos é grande. Aluno do 4º ano, David Araújo Bueno, de 9 anos, participou do desenvolvimento de um foguete junto com seus colegas. “Eu sempre me interessei por ciência e por isso resolvi participar. Foi muito interessante aprender mais sobre o tema. Estou ansioso para apresentar nosso projeto para toda a cidade”, conta.

Além do foguete feito com madeira, canos de PVC e garrafa pet, disparado a partir da pressão de água e ar, os alunos da escola apresentarão no Parque da Uva um vulcão feito com papel machê, gesso, cujas larvas são formadas com a mistura de água, bicarbonato, detergente e vinagre. Uma horta orgânica e outros projetos também foram desenvolvidos na Emeb.

Atrações

Além da exposição dos trabalhos dos estudantes, quem visitar o parque nos dias do evento poderá conferir apresentações de circo, contação de histórias, orquestras e bandas e tecido acrobático, entre outras atrações.