Escola Inovadora: pesquisador britânico conhece EMEB Waldemir Savoy

Na manhã desta terça-feira (14), o prefeito Luiz Fernando Machado visitou a EMEB Wlademir Savoy, no Jardim das Tulipas, acompanhado da gestora de Educação, Vasti Ferrari Marques, e do pesquisador britânico Peter Moss, que está no Brasil para participar de palestras sobre educação. Nome bastante conhecido em todo o mundo na área da educação, Moss veio ao Brasil a convite da Fundação Antonio Antonieta Cintra Godinho.

Durante a visita à Emeb, que atende 162 crianças até 3 anos de idade, o prefeito destacou o Escola Inovadora, que visa aprimorar a educação oferecida no Município por meio da melhoria da ambiência e da capacitação dos profissionais de ensino, como um dos principais programas lançados nesta gestão. “Queremos tornar a cidade ainda mais competitiva por meio da educação. Além do ensino de qualidade, estamos focados também em oferecer espaços modernos e adequados, onde as crianças podem se desenvolver de forma segura”, disse Luiz Fernando.

A gestora de Educação, Vasti Ferrari, por sua vez, explicou ao pesquisador como são elaboradas as atividades das quais as crianças participam. “O ambiente é estruturado em linha com o que determina as diretrizes nacionais, levando em conta a relação do número de crianças por adultos, as idades e área necessária para que as crianças aprendam e se desenvolvam cognitivamente. Há momentos de interação entre as turmas que também são fundamentais no processo de aprendizado”, afirmou.

Após conhecer as salas e acompanhar algumas atividades realizadas com as crianças, Moss afirmou ter ficado impressionado com o tamanho da creche. “Não costumamos ver escolas para crianças com toda essa área em outros países. O espaço parece realmente muito agradável e adequado”, comentou o pesquisador. Ele também se mostrou interessado pela forma como são feitas as inscrições para as creches do Município, que pode ser realizada pela internet.

A EMEB Waldemir Savoy foi a primeira de Jundiaí a ser reformada e ampliada dentro do programa Escola Inovadora. Com investimento de R$ 1,3 milhão, foi possível aumentar o número de vagas (de 96 para 162) e ampliar a faixa-etária atendida – antes eram crianças de dois e três anos e agora a idade vai de quatro meses a três anos. A área total construída possui 1.553 m².