Rejeitado, homem ateia fogo em mulher

A Polícia de Jundiaí prendeu, no Residencial Jundiaí, um homem que ateou fogo ao corpo de uma mulher. A tentativa de homicídio ocorreu porque ele foi rejeitado por ela, após declarações amorosas.

A vítima estava em um bar do bairro, quando o autor, Valdir Antônio, de 56 anos, apareceu com um copo de vidro cheio de gasolina. Ele jogou o líquido inflamável sobre a vítima, que tem 36 anos. Em seguida ateou fogo ao corpo dela.

Populares que estavam no bar detiveram o indivíduo antes que ele fugisse e prestaram socorro à vítima. Uma Unidade de Resgate do Corpo de Bombeiros de Itupeva foi destacada para o local, para o salvamento da mulher, que foi conduzida até o Hospital São Vicente de Paulo.

A vítima relatou no Pronto Socorro que vinha sendo assediada pelo Valdir há vários dias. Mas não aceitou ter relacionamento com ele.

A delegada do Plantão Policial, Milena Anhe, determinou a prisão em flagrante do autor com base na Lei do Feminicídio, com o encaminhamento de Vadir Antônio para o Centro de Triagem de Campo Limpo Paulista.

A pedido da delegada os peritos da Polícia Científica foram ao bar e também na casa do acusado, onde acharam um galão de gasolina que foi apreendido ao lado do fogão da cozinha.

A vítima permanece internada no Hospital São Vicente de Paulo.

Recentemente o “Jornal da Região” divulgou outro caso semelhante, em Cabreúva, onde namorado ateou fogo ao corpo de uma jovem. Eles brigaram porque ela reclamou que ficou na casa dele e o homem havia saído com amigos.