Campanha do Agasalho de 2018 arrecada mais de 80 mil peças em Itatiba

O Fundo Social de Solidariedade apresentou na tarde de terça-feira (24) os ótimos resultados da Campanha do Agasalho de 2018. O carinho e a empatia dos itatibenses traduziu-se em mais de 80 mil peças arrecadadas desde o início do movimento, em maio.

A Presidente do FSS e Primeira-Dama, Mayara Lopes, divulgou o balanço da campanha no auditório do Centro Administrativo “Prefeito Ettore Consoline”, comentando os principais momentos e agradecendo a colaboração de diversos parceiros, entre eles os voluntários, o Tiro de Guerra 02-070, Artivinco, Sabesp, Chaveiro Avenida, Hora da Alegria, secretarias municipais e os mais de 250 postos formais de arrecadação.

“Nos tivemos uma arrecadação muito expressiva no município, que tornou possível atender todos os assistidos dos CRAS, as entidades assistenciais e toda a população. Mesmo diante de uma crise, quando se pensa duas vezes antes de doar qualquer agasalho, podemos perceber que a solidariedade falou mas alto. O aumento dos postos de arrecadação e a participação das escolas foi de grande importância para o sucesso de mais um ano. Itatiba é uma cidade muito solidária”, comentou Mayara.

Entre as 80 mil peças estão cobertores, mantas, roupas de cama, roupas infantis, femininas e masculinas, além de sapatos, cintos, toucas, meias e cachecóis. Todo o material foi levado para um centro de triagem na rua Rui Barbosa.

Naquele endereço também aconteceu o bazar. 10 voluntários se revezaram diariamente para separar e doar o material em troca de garrafas pet, que serão utilizadas na decoração natalina desse ano.

MUTIRÃO DE ARRECADAÇÃO

No dia 19 de maio, a Campanha do Agasalho realizou um Mutirão de Arrecadação, com a participação de 30 voluntários, 50 atiradores do TG 02-070, que, mesmo com o tempo chuvoso, passaram pelo Jd. Vitória, Jd. Harmonia, Centenário e adjacências.

A Campanha também contou com o incentivo de artistas de renome nacional, como o grupo musical Pedra Letícia e seu vocalista Fabiano Cambota, Rosa de Saron e o Pagode da Ofensa.

GINCANA ESCOLAR
Em outra ação da Campanha, a Secretaria de Educação mobilizou 15 escolas para uma gincana. Os alunos deveriam arrecadar peças de roupas, que valeriam pontuações. As escolas com maior coeficiente, isto é, o número de peças dividido pelo número de alunos, venceriam.

Entre as escolas de Educação Infantil, venceu o CEMEI “Andorinha” (37,97). Em segundo o CEMEI Profª. “Maria Helena Pensado Bianchi” (23,31) e em terceiro o CEMEI “Claudio Ely José” (20,78).

Entre as escolas de educação básica, a EMEB Prof. “Agenor Vedovello” venceu com larga vantagem (36,86). Em segundo lugar ficou a EMEB Prof. “Luiz Pântano” (9,77) e logo atrás a EMEB Profª. “Maria Teresa Degani” (9,07).

“Gostaria de agradecer aos alunos, principalmente, pois sem eles nada acontece, mas também não posso deixar de agradecer a todos que foram fundamentais para essa conquista, então gostaria de agradecer a toda a equipe e gestão escolar, todas as controladoras de acesso, toda comunidade em geral, a todos que auxiliaram a escola e em especial ao senhor Paulo, que é vizinho da escola e todo ano realiza um trabalho voluntário, se vestindo de Papai Noel, fazendo a alegria não só das crianças da escola como também de toda a cidade, ele que colaborou muito com a campanha da escola esse ano”, explicou a diretora Erci Aparecida Belgini, da EMEB Prof. “Agenor Vedovello”.

A escola ganhou um kit para educação física para uso durante as aulas e também uma televisão, que será utilizada na sala especial, que atende alunos com problemas na aprendizagem e também portadores de necessidades especiais. “A televisão poderia ser revertida para a escola como um todo, mas surgiu a ideia de ser colocada na sala especial, como uma ferramenta didática para ser utilizada durante as aulas, e todos os alunos abraçaram isso, eles se envolveram, se empenharam na arrecadação justamente para que os alunos dessa sala pudessem conquistar o aparelho televisor”, contou Erci.

“É uma alegria participar da Campanha do Agasalho todos os anos, já ganhamos algumas vezes, o que provoca um grande envolvimento da comunidade por conta disso, pois eles sabem o retorno que tem a questão de participar da campanha, aproveitar dessa alegria, e esse ano tivemos muita participação das mães, elas recolherem com parentes, se engajaram na comunidade pois todos nós queríamos essa vitória, para trazer para os alunos o dia da recreação”, comentou a diretora Giancarla Giovanelli de Camargo, do CEMEI “Andorinha”.

“A TV ligaremos em um computador, para que eles assistam vídeos educacionais direto das plataformas digitais, como no momento em que eles estão aprendendo sobre as plantas”, finalizou Giancarla.