Vigilante baleado ao evitar roubo no Atacadão

Um vigilante de 36 anos foi baleado na madrugada deste domingo (01) ao tentar evitar roubo ao Atacadão da avenida Frederico Ozanan, no bairro da Vila Liberdade, em Jundiaí. A vítima enfrentou sozinha quatro bandidos armados.

O vigilante da empresa Ethics de Segurança estava na portaria, quando apareceu uma mulher por volta de 1h30 que lhe pediu para carregar o telefone celular. Ela pode fazer parte da quadrilha, para distrair a atenção do profissional.

Em seguida, com várias ferramentas os bandidos entraram no supermercado e renderam o vigilante, pegando a arma dele.

Os marginais conduziam o segurança até um banheiro para trancá-lo, quando a vítima reagiu e tomou a arma de volta de um dos ladrões. O vigilante passou a disparar contra a quadrilha e foi atingido na perna. Ele descarregou o revólver contra os bandidos, que fugiram. Não sabe se algum deles foi atingido.

Pelo rádio o segurança pediu reforço a companheiros e ajuda da Polícia Militar.

A Polícia Civil com equipes do Plantão Policial e da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) também foram destacadas para a ocorrência.

O vigilante foi socorrido ao Hospital São Vicente de Paulo, no Centro da cidade, e terá de passar por cirurgia para retirada do projétil que ficou alojado na perna.

A DIG apreendeu as imagens das câmeras de monitoramento, para tentar fazer reconhecimento dos bandidos.

O Plantão Policial apreendeu a arma do vigilante para perícia técnica, os projéteis deflagrados e um pé de cabra utilizado para arrombar o portão do Atacadão.

Os bandidos fugiram sem nada levar do estabelecimento. Quem tiver informações que possam ajudar nas investigações pode ligar no telefone (11) 4586-8227, da Delegacia de Investigações Gerais (DIG).