Vereador é denunciado por agressão

A Polícia Civil abriu inquérito para apurar denúncia de lesão corporal e ameaças praticadas por um vereador de Várzea Paulista, logo após a vitória do Brasil x Sérvia, na última quarta-feira (27).

De acordo com denúncia do síndico de um condomínio da cidade, ele determinou à recepcionista do prédio para que impedisse o acesso do vereador ao imóvel, uma vez que o marido da mulher com quem ele pretendia se encontrar estava no apartamento e as coisas poderiam ficar “piores”.

O vereador, que estava acompanhado de um assessor, demonstrava estar alcoolizado, segundo as denúncias apresentadas na Polícia.

Diante da negativa para o acesso, o vereador desferiu um soco na boca do síndico e o ameaçou, falando que as coisas não ficariam assim.

A Polícia Militar foi acionada para comparecer no condomínio.

Foi feito um registro da ocorrência e encaminhamento do caso para a Delegacia de Polícia Civil de Várzea Paulista, onde o delegado titular, Marcel Fehr, determinou a abertura de investigação criminal. O síndico disse aos policiais que pretende processar o vereador.

As testemunhas afirmaram aos policiais militares de Várzea Paulista que o vereador mantém um relacionamento com a moradora e nesse dia o síndico quis evitar confusão maior no interior do condomínio, já que o marido estava em casa.