Reunião define retorno do Voluntariado da Infância e Juventude

Uma antiga ação que ocorria nas ruas de Itatiba voltará em novo formato. Em breve, o Voluntariado da Infância e Juventude iniciará suas atividades, visando minimizar ocorrências que envolvam álcool, drogas e menores de idade.

Esse corpo de voluntários possui previsão no Estatuto da Criança e do Adolescente e está subordinado diretamente ao juiz da Infância e da Juventude, no caso de Itatiba, o Dr. Orlando Haddad Neto. A iniciativa do Judiciário não exclui ou substituiu as ações municipais dentro do Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo (Sinase).

A volta dessa comissão, que se assemelha ao antigo Comissariado de Menores, foi definida em reunião no Centro Administrativo “Prefeito Ettore Consoline” na tarde de segunda-feira (11), a pedido da Prefeitura.

Participaram da reunião o prefeito Douglas Augusto Pinheiro de Oliveira, os Secretários João Maioli (Segurança), Elisabet Tsumura (Ação Social), o Dr. Orlando Haddad Neto, o Capitão Osvaldo Guarizzo, do Comando da Polícia Militar, Dr. Marco Antonio da Silva, Delegado de Polícia Civil, Vladmir, do Departamento de Investigação e Lourdes Muller, Presidente do CMDCA. Da reunião, as autoridades presentes assumiram o compromisso de agir de forma coordenada, também auxiliando na fiscalização e proteção das crianças e dos adolescentes da cidade.

Esse voluntariado, de cerca de oito pessoas, trabalhará em algumas frentes. A primeira delas reforçará aos mercados, supermercados e bares quanto à proibição da venda de bebidas alcoólicas para menores de idade, ponderando que poderá notificá-los em caso de denúncias nesse sentido.

Em outra frente, os voluntários terão o apoio da GM e da PM para realizarem operações em locais conhecidos de aglomeração de menores, podendo conduzir à delegacia tanto os adultos que estejam fornecendo bebidas alcoólicas, quanto os adolescentes que estejam fazendo uso das bebidas ou de drogas. A Prefeitura, além de ceder um veículo para uso dos voluntários, também encaminhará Assistentes Sociais para trabalhar com as famílias desses menores, em parceria com o CMDCA, visando reduzir as reincidências.

Antes de constituir o Corpo de Voluntários, a AICITA e representantes de supermercados serão convidados para colaborarem com essa iniciativa.