Caminhoneiros negam nova greve

“A população pode ficar tranquila”. A frase é da Associação Brasileira dos Caminhoneiros (Abcam), negando boatos distribuídos por whatsapp e também gravações de caminhoneiros, alertando para nova paralisação a partir da zero hora de segunda-feira (04).

Nas gravações caminhoneiros dizem que o presidente da República, Michel Temer, não atendeu as reivindicações da categoria. Várias entidades e o próprio Governo negam nova paralisação, porque todos os pedidos foram atendidos e a redução no preço do óleo diesel atendida.

Durante o dia foram muitas as trocas de mensagens alertando para a “greve que começa segunda-feira”. O que pode ter ocorrido é que nas correntes de mensagens alguém disparou gravação “antiga”, do dia em que os motoristas anunciaram a paralisação que durou 10 dias.

O Governo Federal informa que o óleo diesel já está saindo da Petrobrás a R$ 2,00 e basta os postos fazerem a redução nas bombas. Quanto ao pedido do frete todas as medidas estão sendo adotadas, para melhorar o rendimento dos caminhoneiros e a isenção do pedágio para eixo suspenso está em vigor também.

Portanto, ao receber mensagem de anúncio de nova greve ignore. O que pode ocorrer é atraso nas entregas dos produtos, devido à paralisação, Mas tudo vai voltar ao normal.