Delegacia da Mulher apura abusos de avôs contra as netas

A delegada de Defesa da Mulher de Jundiaí, Maria Beatriz Curio de Carvalho, vem apurando três casos de abusos sexuais praticados por avôs contra as netas.

Segundo a delegada, em crimes desse tipo fica difícil encaminhar a denúncia para a Justiça, sem reunir o máximo de provas.

Recentemente, além de Jundiaí, houve denúncia também de Jarinu com a criança indo parar no Pronto Socorro de um hospital particular.

A delegada Beatriz disse que os abusos sempre ocorreram contra netas. Só agora se tornaram mais públicos, porque os conselhos tutelares e as escolas estão mais preparados para identificar o problema.  Normalmente as pessoas não acreditavam nas versões das crianças.

Um dos motivos para o aumento de casos na opinião da delegada é a desestruturação familiar, casos de mães solteiras e separações onde as meninas ficam com os avôs.