Gabriel não resiste e morre de meningite

Depois de 23 dias de luta no Hospital Universitário de Jundiaí, faleceu o garoto Gabriel da Silva, de 13 anos, vítima de meningite. O pai, Ivan Cláudio da Silva, que liderou há pouco tempo uma campanha por doações de sangue pela página do “Jornal da Região”, disse que o garoto foi um “guerreiro” e alerta os pais para manterem em dia as vacinações dos filhos nas Unidades de Saúde, contra todas as doenças.

Ele contou que durante esse período foram muitas as mensagens de apoio, de pessoas de todos os tipos de religiões e crenças, dando uma força. “Meu filho não merece morrer”, comentou em uma das mensagens enviada ao jornal, lembrando que era um garoto alegre, divertido, brincalhão e de bem com a vida.

A doença judiou do menino que lutou bravamente em um dos quartos do Hospital Universitário de Jundiaí.

O Velório ocorre no Centro de Jundiaí e o sepultamento foi agendado para às 15 horas no Parque dos Ipês.

Foram muitas as mensagens de apoio ao garoto, durante esses 23 dias.