Projeto obriga aviso aos bombeiros dos serviços de dedetização

O vereador Marcelo Gastaldo (PTB) apresentou projeto de lei que será votado na próxima terça-feira (08), na Câmara Municipal de Jundiaí, obrigando as empresas de dedetização a comunicarem o Corpo de Bombeiros com 24 horas de antecedência os seus serviços de grande porte, do contrário serão multadas pela Prefeitura.

No dia 4 de março deste ano foram destacadas quatro viaturas do Corpo de Bombeiros para um suposto incêndio nas instalações do Moinho Jundiaí, no bairro da Vila Hortolândia. Moradores de prédios próximos e de residências saíram correndo de seus imóveis, com medo do que poderia acontecer. No final, depois de toda a mobilização dos bombeiros, descobriu-se no interior da empresa que eram serviços de dedetização.

No ano passado também houve grande mobilização em uma sexta-feira no bairro do Vianelo, com interrupção do trânsito na região da rua 23 de Maio, pelo mesmo motivo. Vizinhos viram a fumaça e foram muitas ligações para o 193.

O vereador Marcelo Gastaldo disse que esses serviços precisam ser comunicados com antecedência aos bombeiros, para evitar deslocamento desnecessário de viaturas que muitas vezes poderiam estar em ocorrências de maior necessidade para a população.

A falta de comunicação tem prejudicado demais o Corpo de Bombeiros, porque há toda mobilização de caminhão tanque, do auto-bomba, de equipes de apoio e da Unidade de Resgate.

Se as empresas de dedetização e quem contrata os serviços se preocuparem em avisar os bombeiros, o setor de comunicações do quartel evita toda a mobilização desnecessária e informa à população que se trata de serviços programados.

Os vereadores vão analisar e votar o projeto a partir das 18 horas de terça-feira.

O vereador Marcelo Gastaldo se baseou em reportagem do “Jornal da Região”, com foto da leitora Aretuza, para preparar o projeto de lei e conta com o apoio do Corpo de Bombeiros de Jundiaí.