Motorista preso por agredir companheira

Durante fiscalização de trânsito na rodovia Anhanguera, no quilômetro 25, pista sentido São Paulo, a equipe de Polícia Rodoviária, composta pelo cabo Araújo e soldado Peter fez abordagem a um veículo GM Corsa com um casal. O veículo apresentava várias irregularidades e na frente dos policiais o motorista desferiu soco no rosto da companheira, sendo preso em flagrante pela Lei Maria da Penha.

Durante a abordagem os policiais constataram que o condutor exalava um forte odor etílico e ao ser convidado para fazer o teste de bafômetro o mesmo se negou. Quando foi informado das autuações de trânsito que seriam realizadas, com pneus lisos e passageira sem cinto de segurança, o mesmo comecou a se alterar culpando a mulher pelas multas, como se a falta de cinto fosse o causador principal.

Fato é que no momento em que eram elaboradas as autuações, repentinamente o indivíduo desferiu um soco na face de sua companheira, causando ferimentos em sua boca.

Policias de imediato deram voz de prisão e conduziram o motorista ao 33° Distrito Policial da Capital, elaborando Boletim de Ocorrência no crime da Lei Maria da Penha.

O condutor do Corsa foi recolhido à carceragem.

Segundo os policiais rodoviários, eles foram obrigados a chamar reforço para controlar o motorista após a agressão à sua companheira na Via Anhanguera.

No caminho ao DP o mesmo, já com a situação crítica ainda ofendia os policiais e ainda tentou agredir a equipe com cabeçadas. Com apoio de outra viatura composta pelo cabo Nilton Cesar e soldado Marcos, foi possível encaminhar o motorista para o interior do DP.

O preso vai responder processo por flagrante da Lei Maria da Penha, desacato, resistência e aguarda laudo pericial para ser responsabilizado também por Embriaguez ao Volante, além das multas por dirigir veículo com pneus inadequados e passageiro sem cinto de segurança.

Recentemente, em outra abordagem da Polícia Rodoviária um motorista foi preso, por ordem da Justiça de Várzea Paulista. Ele era procurado.