Leitores reclamam de demora no PS do HPS

Vários leitores reclamaram do atendimento no Pronto Socorro do Hospital Paulo Sacramento, em Jundiaí, principalmente no último final de semana, com filas de espera acima do normal. Segundo a direção do HPS foram dois os motivos: uma médica pediatra ficou doente e não pode comparecer para prestar atendimento aos pacientes e o período do ano, de ar seco, que fez aumentar as doenças respiratórias nas crianças. Já no Pronto Socorro adulto o hospital garante que há reforço de pessoal.

Veja a nota do hospital:

“Sobre os recentes comentários envolvendo o nosso Hospital, gostaríamos de esclarecer que tivemos um problema pontual no sábado (7/4/18) onde uma médica pediatra, por motivos de saúde e sem aviso prévio, por caráter de urgência, não pode comparecer ao plantão. Na ocasião, providenciamos a reposição da profissional, porém, até a chegada do médico, houve um período do plantão com dois pediatras realizando o atendimento. Isso resultou em uma espera acima do comum para casos de baixa complexidade.

Importante salientar que estamos com aumento significativo da demanda do PS infantil devido a sazonalidade das doenças respiratórias.

Sobre uma possível “evasão” de médicos, não é verdade. Não tivemos nenhum desligamento médico devido a problemas de remuneração e nossos plantonistas permanecem os mesmos. Nos setores que possuímos residentes, os mesmos estão sempre acompanhados de médicos preceptores na integralidade do cuidado prestado ao paciente.

Por fim, pedimos desculpas por qualquer transtorno causado por razões específicas no último sábado.

Permanecemos focados em realizar um atendimento acolhedor e humanizado aos nossos pacientes.”

Hospital Paulo Sacramento