Celular pode ter causado incêndio no Residencial Anchieta

O incêndio da tarde desta segunda-feira, dia 26, que destruiu um apartamento do 4º andar do Condomínio dos Pássaros e causou a interdição de outro apartamento do 5º andar, no Residencial Anchieta, em Jundiaí, pode ter sido causado por um telefone celular. O morador relatou para equipes do Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil da cidade que o aparelho estava ligado no carregador, quando teve início o incêndio.

O fogo começou pelo quarto e banheiro e se alastrou para os demais cômodos. As chamas do 4º andar atingiram o 5º pela janela.

A ação rápida do Corpo de Bombeiros evitou maiores problemas. Porém, de acordo com relatório da Defesa Civil os dois apartamentos, tanto o queimou, quanto o do andar superior, foram interditados devido rachaduras.

O coronel João Osório Gimenez, coordenador da Defesa Civil, disse que os moradores foram notificados para ficarem fora dos imóveis, até a realização de obras de reparos.

O Corpo de Bombeiros informou que uma perícia da Polícia Científica poderá determinar a causa precisa do incêndio.

No ano de 2017, O Corpo de Bombeiros atendeu cerca de 7 mil ocorrências envolvendo incêndio em edificações em todo o Estado de São Paulo. Em 2018 foram 897 até agora.