Itatiba recebe espetáculo circense gratuito no mês de março

Respeitável público!

Durante todo o mês de março Itatiba receberá o grupo ‘The Black Circus’, que fará apresentações circenses gratuitas com estreia nessa sexta-feira, dia 09 de março, as 20h30.

A partir de quarta-feira, dia 7, os interessados já podem retirar os ingressos para as sessões dos espetáculos que acontecerão da sexta-feira, dia 09 até o domingo dia18, no Museu Padre Lima ou no próprio picadeiro, instalado no estacionamento do Parque da Juventude. O circo tem capacidade para receber até 1.000 espectadores por apresentação, além de contar com mais 30 vagas para cadeirantes e acesso com rampas. Pede-se apenas a doação de algum produto de limpeza, que será encaminhado para as entidades assistenciais do município.

“Dia 27 de março é considerado o dia do circo e para comemorar essa data especial a Prefeitura de Itatiba, por meio do Fundo Social de Solidariedade, traz a cidade esse espetáculo 100% ético, que não usa animais, apenas humor para toda a família”, comentou Mayara Lopes, primeira-dama e presidente do FSS, que está visitando escolas municipais convidando as crianças.

O espetáculo possui duas horas de duração com classificação livre para todas as idades e as exibições na cidade acontecem durante todo o mês de março, com apresentações de terça a domingo em horários diferenciados da seguinte forma: durante a semana, de terça a sexta, única apresentação às 20h30, sábado e domingo serão três apresentações, às 16h, 18h e 20h30.

“Nosso trapézio é o melhor que pode existir! Você já viu um trapezista invertido, fazendo manobras de cabeça para baixo? Então… Só vendo para acreditar e a oportunidade é agora”, convidou Lucas D’Amico, que junto com três irmãos é responsável pelo circo.

Sobre o Circo
O ‘The Black Circus’ é um projeto social, fundado pela família D’ Amico, destinado a realizar apresentações artísticos culturais, que já recebeu mais de 3 milhões de espectadores. A apresentação circense que encantou o público de mais de 40 cidades, traz, além do trapezista, palhaços, táxi maluco, malabaristas, acrobatas, personagens infantis, globo da morte, o homem bala e muitas atrações que vão divertir as crianças e entreter os adultos.

A história do projeto, que se mistura com a história da família, também encanta. “Nós éramos muito pobres, bem carente mesmo, não tínhamos condições financeiras de ir ao circo” conta Lucas Damico. “Então esse circo eu faco de graça por isso, para todo mundo ter acesso à alegria, cultura, independente do dinheiro”.

O projeto que nasceu em 2015, no ano seguinte já foi considerado o melhor espetáculo do Brasil pela ABRACIRCO – Associação Brasileira do Circo, entidade nacional representativa do segmento circense. Em 2017 o espetáculo ficou em 2º lugar.