Elba Ramalho fala sobre voto de castidade na Vogue

Com um disco recém-lançado e outro por vir, a cantora Elba Ramalho já passou por mais de 30 cidades brasileiras em comemoração aos 20 anos de O Grande Encontro, projeto musical no qual se apresenta ao lado de Alceu Valença e Geraldo Azevedo. Em entrevista à edição de março da Vogue Brasil, a artista fala sobre novos projetos, seu lado religioso e que está repensando a decisão de viver sem sexo.

Solteira desde 2010, Elba fez um voto de castidade ao enfrentar um câncer de mama. Curada, dá sinais de que a opção pode não ser tão radical assim: “Quando aparecer um bom José, eu volto a namorar. Estou tranquila e conhecendo pessoas”, afirma. A fé de Elba é conhecida por seus fãs. A cantora assume mais uma vez sua religiosidade em paralelo à turnê, e acaba de lançar Eu Sou o Caminho, um “disco de louvor a Deus”, que inclui, entre outras participações, a do padre Fábio de Melo.

“Já tinha feito um disco de louvor a Nossa Senhora há 20 anos e agora canto a Deus. Mas é um álbum que não foge à minha história”, diz. Mas, é do Recife, cidade que tem o carnaval que emociona Elba, que vem a inspiração para o próximo disco de músicas inéditas. Previsto para ser lançado em abril, o novo trabalho promete surpreender os mais acostumados a uma Elba enraizada nas tradições do forró.