Quem não cumprir medida protetiva vai para a Cadeia

A delegada da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de Jundiaí, Maria Beatriz Curio de Carvalho, alerta os “ex” maridos e namorados que a partir de agora eles podem ser levados para a Cadeia, se não cumprirem determinação da Justiça em medidas protetivas. O primeiro caso de prisão na cidade ocorreu nesta quarta-feira, dia 27, de David Michel dos Santos, de 32 anos, de Várzea Paulista, que foi na casa da ex, no bairro do Jardim Tamoio, em Jundiaí e a agrediu.

A equipe de policiais da Delegacia prendeu o rapaz depois de denúncia da ex-mulher de que ele não estava cumprindo a ordem restritiva.

A delegada Maria Beatriz foi comunicada do caso e imediatamente a Justiça determinou a prisão de David, com base nas mudanças ocorridas na Lei Maria da Penha.

A novidade pode surpreender muitos homens, que insistem em uma reaproximação das ex-mulheres.

A delegada disse que é um grande avanço e uma medida que pode salvar vidas.

“O David havia fugido do endereço dele, mas as meninas da Delegacia foram atrás e conseguiram prendê-lo hoje”, disse Maria Beatriz.

O acusado vai responder processo na Cadeia.

“Espero que os homens entendam que a partir de agora se descumprirem a medida protetiva eles vão ser presos”, completou a delegada da Delegacia de Defesa da Mulher.

Tentativa de homicídio

Na madrugada desta quarta-feira, no Jardim Novo Horizonte, um ex-marido desferiu vários golpes de faca na ex-mulher e no namorado da filha dela.

Os dois estão internados em estado grave no Hospital São Vicente de Paulo.