Grupo recolhia “caixinha de natal” dos coletores de lixo

Policiais da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Jundiaí localizaram no bairro da Vila Rio Branco um grupo que passava de casa em casa recolhendo “caixinha de natal” em nome dos coletores de lixo.

Além de usar uniformes das empresas responsáveis pela limpeza pública da cidade, os quatro homens, que residem em um núcleo de submoradia, mandaram fazer em uma gráfica cartões desejando “Feliz Natal e Próspero Ano Novo”.

O grupo foi descoberto depois de uma denúncia feita ao telefone da Polícia Civil.

Os policiais Júlio e Gigio foram até o bairro onde o grupo estaria. Não houve flagrante. Mas os homens confessaram que mandaram imprimir o cartão de “boas festas” e saíram para as ruas da cidade para pedir doações, já que estão passando por dificuldades e, “a população é generosa nessa época do ano”.

O policial Júlio Guereta disse que dá dó do grupo, porque todos precisam e são de origem humilde. “Mas o que eles fizeram está errado, porque estão tirando uma caixinha tradicional que seria dos verdadeiros trabalhadores da coleta de lixo e da limpeza pública”.

Três deles informaram ao delegado Luiz Carlos Duarte, responsável pela DIG, que ainda tinham uniformes dos tempos em que trabalharam para as empresas que prestam serviços para a Prefeitura de Jundiaí. O grupo tinha sido demitido há algum tempo. Eles viram uma oportunidade de “arrecadar” dinheiro, já que as indenizações trabalhistas não teriam sido pagas.

Por determinação do delegado Duarte os uniformes foram apreendidos, o grupo qualificado e liberado, porque não houve flagrante. Os quatro foram avisados para não fazerem mais isso.