Jovem filma tarado dentro de ônibus urbano

Uma jovem de Campina Grande gravou um homem em atos obscenos dentro de um ônibus urbano. O vídeo foi distribuído por whatsapp. Em Jundiaí foram muitas ocorrências semelhantes neste ano. A Polícia pede para quem tiver problemas do tipo avisar na hora a Polícia, porque nos ônibus há câmeras de monitoramento.

Casos de Jundiaí

Recentemente uma jovem prestou queixa na Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) depois que um homem se esfregou no ombro da vítima. Passageiros prenderam ele no Terminal Central e chamaram a Guarda Municipal. A jovem tem 16 anos.

Uma outra passageira contou que foi assediada dentro do ônibus e ao descer no Terminal Central foi seguida até a rua Barão do Triunfo, onde populares ficaram olhando imóveis ela enfrentar o assediador e não a ajudaram. Ela teve de correr no interior de uma loja para fugir do tarado.

No dia 31 de agosto uma jovem leitora do “Jornal da Região” reclamou de um caminhoneiro que estacionou no ponto de ônibus, ao lado da passarela para pedestres da Rodovia Engenheiro Constâncio Cintra, no bairro do Mato Dentro, para se masturbar na frente das mulheres.

No dia 23 de agosto um anormal estacionou o carro ao lado de uma adolescente na rua Maria Lourencine Fonseca, no bairro do Caxambu e também convidou a criança para entrar no carro dele, enquanto se masturbava. A jovem correu até o Batalhão da PM para pedir ajuda.

No dia 12 de julho um homem, que subiu em ponto do Jardim Mirante, em Várzea Paulista, se masturbou no ônibus da Rápido Luxo Campinas encostando no ombro de uma passageira. Ela pediu ajuda e ninguém fez nada. O homem desceu no ponto da Argos, na Vila Arens, em Jundiaí.

No dia 3 de maio um homem em Palio se masturbava na frente de estudantes da Escola Gandra, no Centro de Jundiaí. Alunas também reclamam de um homem que fica de cueca em um prédio próximo da Escola Siqueira de Moraes, no bairro do Vianelo, se exibindo para as adolescentes. Elas também tiraram fotos para a Polícia.

No dia 15 de março um açougueiro foi flagrado por estudantes da Escola Gandra se masturbando na frente do colégio, enquanto as alunas esperavam horário para entrar. Elas chamaram a Polícia e o caso foi parar na Delegacia de Defesa da Mulher de Jundiaí.

No dia 17 de janeiro outra leitora relatou que estava dentro de um ônibus da linha do Engordadouro, em Jundiaí e um anormal de barba clara, cerca de 30 anos, estava se masturbando nos fundos. Ela pediu para o cobrador ajuda, que disse que o homem poderia estar armado. Com medo a vítima desceu no primeiro ponto e ligou para a Polícia Militar. O atendente do 190 disse que não podia fazer nada, mesmo ela passando o número da linha.

No dia 15 de janeiro passageiros denunciaram para o cobrador um homem de cor parda, que se masturbava no coletivo do Maxi Shopping para o Parque Cecpa, às 17 horas. O cobrador mandou o motorista parar o ônibus e o passageiro foi expulso.

No dia 30 de novembro do ano passado um homem se masturbava no bosque do Jardim Messina, ao lado de uma escolinha infantil. Uma leitora também gravou a cena e pediu providências da Polícia.

Em janeiro deste ano um motorista de ônibus matou um passageiro que assediava duas jovens dentro de um ônibus urbano.

Lei de Conscientização

Os vereadores Edicarlos Vieira (PSD) e Gustavo Martinelli (PSDB) tiveram lei aprovada na Câmara Municipal, exigindo campanha permanente contra os abusos e assédios contra as mulheres nos transportes públicos.

O vídeo gravado pela passageira: