PAIT faz palestra sobre riscos de narguilé

O Programa de Assistência Intensiva ao Tabagista (PAIT) realiza, no sábado (2), palestra sobre os riscos do uso do narguilé em Feira Cultural e de Ciências da Escola Municipal de Educação Básica (Emeb) Antônio de Pádua Giaretta. O equipamento intensifica os prejuízos que o tabaco causa para a saúde, além de expor o usuário a doenças infectocontagiosas.

O alerta será feito durante a Feira Cultural e de Ciências da Emeb Antônio de Pádua Giaretta, no Jardim Carlos Gomes, a partir das 9h. “A conscientização começa desde cedo. O evento, por envolver toda a comunidade, é uma oportunidade de alertar os pais com relação à prática danosa à saúde, e, que é considerada como porta de entrada para outras drogas”, comenta o médico cardiologista Carlos Costa, coordenador do PAIT.

A prática de uso do narguilé entre os jovens tem crescido e gerado insegurança entre os pais. “Os assistidos pelo PAIT relatam o receio com que observam a falta de consciência dos jovens ao usar o narguilé. O equipamento faz uso de tabaco, que é a mesma substância do cigarro. Mas, pelo ritual de uso, expõe a pessoa a um tempo maior que o hábito de fumar. Apenas uma hora de uso equivale à exposição a 100 cigarros. Além disso, a prática também coloca o usuário em risco de transmissão de doenças infecto contagiosas, pelo uso comum da piteira”, explica o médico.

A diretora da Emeb, Adriana Menezes Tonholo, detalha a importância da inclusão do tema em evento que é aberto ao público. “A Feira é a oportunidade de as crianças apresentarem os trabalhos realizados durante todo o ano, e, por isso, os pais e parentes comparecem. É uma grande oportunidade para a exposição de um tema tão complexo e difícil”, argumenta.