Prefeitura emite nota de esclarecimento sobre a Mata Ciliar

A Prefeitura de Jundiaí emitiu uma nota de esclarecimento sobre o convênio com a Associação Mata Ciliar, em resposta à postagem da instituição de que não recebe mais dinheiro do município.

A Prefeitura informa que o caso está sob análise jurídica, com base nas regras do Tribunal de Contas do Estado, sobre a destinação de verbas para entidades. A Prefeitura diz na nota que a suspensão do contrato existente foi solicitada pela Mata Ciliar e não pela atual gestão. Mas que está analisando o caso dentro da lei.

A Associação deixou de receber animais de Jundiaí para tratamento, após a suspensão do convênio. E, luta para manter os atuais 700 animais que residem na Mata Ciliar, buscando a destinação dos mesmos. Toda colaboração financeira é bem vinda.

Neste sábado a Associação emitiu um segundo comunicado, em resposta à nota de esclarecimento da Prefeitura, afirmando que pediu mesmo a suspensão do contrato, mas quer voltar a firmar parceria com a atual gestão: “Com relação a nota oficial emitida pela Prefeitura de Jundiaí no dia de hoje temos a esclarecer no momento que, devido a falta de diálogo com a Secretaria de Educação na ocasião e por conta da dificuldade financeira em manter os trabalhos, fomos obrigados a comunicar a suspensão das nossas ações até a normalização do convênio. Durante todo esse período procuramos manter aberto um canal de conversação para buscar uma melhor solução no impasse estabelecido tendo em vista o bem estar dos animais e a continuidade dos trabalhos de educação ambiental. Uma ONG não comemora seus 30 anos se todos os seus trabalhos não tiverem sido pautados pela retidão e observância da legislação. A Associação Mata Ciliar reitera sua disposição em prosseguir a parceria com a Prefeitura de Jundiaí.”

Veja vídeo do trabalho da Associação:

ÓRFÃOS CRESCENDO

Você se lembra dos filhotes de veado que chegaram na Mata nos últimos meses? Dois deles, vítimas de queimadas (http://mataciliar.org.br/mata/epoca-de-queimadas-e-fogo/) e o último, que estava sendo comercializado (http://mataciliar.org.br/mata/mais-um-filhote-de-veado-orfao/), chegaram órfãos e totalmente incapazes de sobreviverem sozinhos. Desde então eles ganharam mães adotivas na Mata, que lhes deram leite e cuidaram de tudo para que pudessem sobreviver às críticas primeiras semanas de um animal tão jovem. Agora, em uma nova fase, os pequenos veados já estão comendo alimentos sólidos e ganham todos os dias suas folhagens favoritas para que cresçam fortes e saudáveis.

Posted by Associação Mata Ciliar on Thursday, November 23, 2017