Poupatempo emite RG para falecidos

O RG é o documento pessoal mais utilizado para identificar os cidadãos em todo o país. Só no Estado de São Paulo, os postos do Poupatempo realizam em média 400 mil atendimentos para emissão de carteiras de identidade por mês.

O que nem todos sabem é que um documento similar ao RG pode ser solicitado até mesmo para uma pessoa já falecida, quando, por exemplo, a família precise dar entrada em inventário, recebimento de pensão ou partilha de bens, uma vez que nem sempre todos os dados necessários para aquele processo constam na Certidão de Óbito. Para isso, o Poupatempo oferece a Certidão de Prontuário, que traz todos os registros civis do cidadão – os mesmos que constam no RG –, além de outras informações pessoais, como cor de pele, profissão e estado civil.

Para solicitar a Certidão de Prontuário no Poupatempo basta que um parente próximo compareça em uma das 71 unidades do programa estadual, levando seus documentos pessoais (RG e Certidão de Nascimento ou Casamento, original e cópia) e os documentos do falecido (como o número do RG – que precisa ter sido emitido no Estado de São Paulo –, Certidão de Nascimento/Casamento e Certidão de Óbito, original e cópia). O serviço tem uma taxa de R$ 41,37, podendo ter custo adicional de R$ 4,14 por folha – se necessário.

A certidão pode ser solicitada quando a família não possui o RG do falecido ou mesmo quando o documento está desatualizado ou em mau estado de conservação, impedindo o reconhecimento das informações.

Para tirar a Certidão de Prontuário no Poupatempo não é necessário agendar com antecedência. Já os serviços mais solicitados, como RG e CNH, são realizados com dia e hora marcados.

Agendamento

Para agendar é muito fácil e o Poupatempo oferece diferentes canais de informações à população. Confira abaixo:

Portal na internet: www.poupatempo.sp.gov.br;

Aplicativo no celular: SP Serviços, nos sistemas iOS e Android;