Artistas querem menos intolerância em Jundiaí

Vários leitores e artistas enviaram mensagens protestando contra pais que viram “maldade” em uma apresentação teatral em escola municipal de Jundiaí, além de artigo do site Gospel Prime.

Na última semana artistas se apresentaram de “cueca” (sunga) durante uma música do “Mamonas Assassinas”. A leitora “Luciana Dss”  pede mais tolerância dos pais de Jundiaí, para aceitarem as apresentações artísticas. Ela disse que a sociedade precisa “aceitar as artes” e que a cidade precisa ser “progressista” e tolerante com todas as diversidades, inclusive das artes.

Outra artista, Vânia Souza, disse que está chocada com o comportamento “retrógrado” de alguns pais, da “geração Xuxa”, que viram maldade em uma apresentação que teve a aprovação da escola infantil. Ela disse que os pais “precisam abrir a cabeça” e a sensualidade “sempre esteve presente no mundo das artes”.

Rose Gouvea comentou que o site Gospel “é escroto” e não foi buscar a verdade dos fatos. Ela conta que duas reuniões foram realizadas com pais e educadores da escola de Jundiaí antes e depois do evento. E todos que estiveram nessas reuniões sabiam e aprovaram a apresentação, que não mostrou ninguém de cueca. Rose convida sindicatos, professoras e pais dessa escola para tomar providências urgentes contra a propagação dessas mentiras, que estão gerando desinformação e discurso de intolerância.

Adriano Brazoloto disse que ir à praia será proibido, então. “Logo começam a criticar também”.

Outros leitores também se manifestaram contra a atitude desses pais que polemizaram uma apresentação infantil, definindo as pessoas que reclamaram de “atrasadas” e outros adjetivos.

Luciana disse que daqui a pouco vão exigir que os artistas do Cirque du Soleil passem a se vestir com armadura ou roupa de astronauta.

Raquel Mota Zotini disse que ” para os ignorantes de plantao, essa roupa q eles estao usando é de dança e nao cueca.”