Idosos são principais vítimas de atropelamentos

Números divulgados nesta semana pelo Movimento Paulista de Segurança no Trânsito indicam que os idosos são as principais vítimas de atropelamentos no Estado de São Paulo. De acordo com o programa do governo, um a cada três acidentes envolvem pedestres com mais de 60 anos.
“Entendemos que a mobilidade dessas pessoas é diferente das demais e recomendamos aos municípios a adaptação necessária para atendê-los. O aumento do tempo semafórico e campanhas de conscientização específicas são algumas das soluções”, afirma Silvia Lisboa, coordenadora do movimento.
A segunda faixa etária mais afetada por acidentes envolvendo pedestres é a de pessoas entre 30 e 49 anos. Elas figuram entre as vítimas de 23,6% desses acidentes. Os jovens de 18 a 29 anos estão envolvidos como vítimas em 9,7% dos acidentes com pedestres.
Neste ano, até setembro, foram registradas 728 mortes envolvendo idosos no trânsito, número inferior ao do ano passado, quando foram registrados 801 casos. Das 1.193 fatalidades com pedestres no estado, 399 envolveram idosos (33,4% do total). E uma em cada quatro mortes em acidentes com bicicletas envolvem idosos (24,8% do total).